quarta-feira, outubro 27, 2021
23 C
São Vicente
22.9 C
Santos
21.4 C
Peruíbe
23 C
Praia Grande
22.8 C
Itanhaém
22.8 C
Guarujá
23.1 C
Mongaguá
23 C
Bertioga

Lar de idosos pede ajuda em São Vicente

Leia mais

Polícia apreende mais de 50 kg de cocaína em galpão em Praia Grande

Na tarde da última terça-feira (26), a Polícia Civil apreendeu mais de 53 kg de cocaína em um galpão, em Praia Grande,...

Fidifest: 7ª edição será online e começa nesta terça-feira

A 7ª edição do Fidifest - Festival Internacional de Dança teve início nesta última terça-feira (26), e pela primeira vez a programação...

O que é febre maculosa? Doença matou um policial militar

A morte de um policial por febre maculosa, doença transmitida pelo carrapato-estrela, comuns em capivaras e cavalos, foi confirmada nesta terça-feira (26)....

São Vicente oferece cursos gratuitos

A Prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista, disponibiliza 60 vagas para cursos de qualificação profissional de diferentes áreas. Os cursos são...

A Associação Lar de Amparo Vovó Walquíria, na Cidade Náutica, existe há 27 anos em São Vicente. A instituição privada sem fins lucrativos hoje atende mais de 20 idosos de toda Baixada e está precisando de ajuda.

Segundo a presidente da Casa, Iva Cristina Monteiro, uma das maiores preocupações da instituição é em relação aos mantimentos. “Os idosos necessitam de muitas coisas. Recebemos doações principalmente de produtos de higiene pessoal. Mas horti-fruti é algo difícil de fazermos campanha de arrecadação. Nós temos uma quantidade necessária de comida. As misturas, por exemplo, chegam a ficar ‘no limite’ e nos preocupa. No caso dos legumes, verduras e, principalmente frutas, a situação é pior, muitas vezes chega a faltar.”

Preocupado com essa situação, o vereador eleito, Jhony Sasaki fez um apelo nas redes sociais aos feirantes de São Vicente: “Meus amigos feirantes, o lar da Vovó Walquiria precisa da ajuda de todos. No final da feira sempre acabam sobrando frutas, legumes e hortaliças em bom estado. Será que conseguiríamos dar essa força?”, comenta Jhony.

Jhony Sasaki publicou um vídeo em suas redes sociais pedindo ajuda dos feirantes para ajudarem lar de idosos

Para ajudar, entre em contato por e-mail vovowalquiria@gmail.com ou pelo whatsapp clicando aqui.

História sobre a Associação Lar de Amparo Vovó Walquíria

Baixada na Rede: Quando surgiu o Lar?

Iva Cristina: A minha mãe era atendente de enfermagem e trabalhava em uma instituição privada, que na época havia feito uma parceria com a Prefeitura para que fossem colocados alguns idosos. No entanto, a Prefeitura não estava cumprindo a parte que lhe competia do acordo. Então a dona da instituição pediu para que minha mãe levasse aqueles idosos pra frente da Prefeitura para que eles arrumassem uma solução. Minha mãe disse: “Se você me der as camas para esses idosos, eu levo eles para minha casa”. E assim nasceu a Associação de Idosos Vovó Walquíria.

Foram 12 anos dentro de casa. De onze idosos chegou a ter quase sessenta idosos de rua. E a comunidade nos ajudava. A nossa casa foi condenada pela Defesa Civil para montar uma instituição. Depois, quando viramos notícia em um jornal de repercussão nacional, ficamos conhecidas. Fomos até a Prefeitura, onde conseguimos um terreno emprestado através de um contrato de concessão de uso de 45 anos. Aqui estamos até hoje”.

Baixada na Rede: Como e quando vocês se mudaram para a atual sede, na Náutica?

Iva Cristina: Chegamos nesse local em 2004. No ano seguinte, nasce a RDC 283, que regulamenta e define normas de funcionamento para as Instituições de Longa Permanência para Idosos. A diferença é que hoje em dia é necessário que o lar seja quase um hospital com sala de jogos, além da forma de funcionamento. Nós nos adequamos dentro daquilo que conseguíamos, em outras devido ao orçamento e a falta de espaço, não conseguimos nos adaptar.

Por exemplo, a legislação obriga que seja feito um quarto para cada idoso com suíte. Hoje nós apenas separamos eles por sexo, pois não temos condições financeiras e nem espaço para isso. Além de ser impossível fazer reformas internas com os idosos dentro. Temos um projeto feito, mas construído no quintal. No entanto, esse espaço não é da Prefeitura e, sim da Dersa.

Em 2009, fomos interditados pela Vigilância Sanitária por não termos cumprido todas as exigências dessa resolução. No mesmo ano, a Promotoria entrou com uma ação para fechar a instituição que está na Terceira Instância.

Baixada na Rede: Por que realiza este trabalho? Qual seu maior sonho?

Iva Cristina: Atualmente, 23 idosos são atendidos no Lar sem fins lucrativos, que é mantido pela mensalidade e ajuda da comunidade. Se não fossem as pessoas que nos ajudam com alimentos, fraldas, higiene pessoal, já teríamos fechado as portas.

Sou fisioterapeuta formada, a equipe é formada por voluntários e trabalhadores que recebem salário mínimo, mas a fé e o amor ao próximo que temos por eles é o que nos motiva a continuar. Me dói o coração saber que não posso atender os idosos carentes porque não temos orçamento.

Para ajudar, entre em contato por e-mail vovowalquiria@gmail.com ou pelo whatsapp clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Polícia apreende mais de 50 kg de cocaína em galpão em Praia Grande

Na tarde da última terça-feira (26), a Polícia Civil apreendeu mais de 53 kg de cocaína em um galpão, em Praia Grande,...

Fidifest: 7ª edição será online e começa nesta terça-feira

A 7ª edição do Fidifest - Festival Internacional de Dança teve início nesta última terça-feira (26), e pela primeira vez a programação...

O que é febre maculosa? Doença matou um policial militar

A morte de um policial por febre maculosa, doença transmitida pelo carrapato-estrela, comuns em capivaras e cavalos, foi confirmada nesta terça-feira (26)....

São Vicente oferece cursos gratuitos

A Prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista, disponibiliza 60 vagas para cursos de qualificação profissional de diferentes áreas. Os cursos são...

Vereadores de São Vicente aprovam redutor de IPTU e desconto de 5% em cota única

Na terça-feira dia 26, um pedido de urgência na pautação do reajuste do IPTU, causou desconforto para os 15 vereadores da cidade...