domingo, maio 29, 2022
21.7 C
São Vicente
21.6 C
Santos
19.4 C
Peruíbe
21.6 C
Praia Grande
20.1 C
Itanhaém
21.6 C
Guarujá
21.5 C
Mongaguá
21.7 C
Bertioga

Percentual de famílias endividadas cresce em janeiro e chega a 66,5%

Leia mais

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

O percentual de famílias endividadas (com dívidas em atraso ou não) no país chegou a 66,5% em janeiro deste ano, ficando acima das taxas de dezembro de 2020 (66,3%) e de janeiro daquele ano (65,3%). O dado é da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada hoje (18), no Rio de Janeiro, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O percentual de inadimplentes, ou seja, famílias com dívidas ou contas em atraso, chegou a 24,8%, abaixo dos 25,2% de dezembro, mas acima dos 23,8% de janeiro do ano passado.

As famílias que não terão condições de pagar suas contas somaram 10,9% do total, abaixo dos 11,2% de dezembro, porém, acima dos 9,6% de janeiro de 2020.

“Com o fim do auxílio [emergencial] e o atraso no calendário de vacinação, as famílias de menor renda precisarão adotar maior rigor na organização do orçamento. Essa conjuntura faz o crédito ter papel ainda mais importante na recomposição da renda. É preciso seguir ampliando o acesso aos recursos com custos mais baixos, mas também alongar os prazos de pagamento das dívidas para manter a inadimplência sob controle”, disse a economista responsável pela pesquisa, Izis Ferreira.

Cartões de crédito

Segundo a CNC, o percentual de dívidas com cartão de crédito entre o total de endividados chegou a 80,5%, subindo para um patamar histórico.

Em janeiro do ano passado, a taxa era de 79,8%. Outros principais motivos para dívidas em janeiro deste ano foram: carnês (16,8%), financiamento de carro (9,9%) e crédito pessoal (8,4%).

O tempo médio com pagamento em atraso chegou a 63,3 dias e o tempo médio de comprometimento com dívidas ficou em 6,9 meses, disse a CNC.

Reportagem: agencia Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

26 de maio, Dia de Concientização Nacional do Glaucoma

Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a doença que é a segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo -...