domingo, novembro 6, 2022
19 C
São Vicente
19 C
Santos
15.8 C
Peruíbe
19 C
Praia Grande
17.2 C
Itanhaém
19.8 C
Guarujá
17.9 C
Mongaguá
18.6 C
Bertioga

Contratação de varredores de rua fantasmas é investigada pela Polícia Federal

Leia mais

Tutora de labradora com câncer na pata vende camisetas para custear tratamento de R$ 20 mil

Foi um susto para Thaís Câmara, de 27 anos, tutora da labradora de apenas dois anos, diagnosticada com sarcoma (tumor maligno) na...

Suspeito de estar envolvido na morte de PM em feira livre é preso em São Vicente, SP

Um criminoso envolvido na morte do policial militar Amável Pinheiro Correa, de 71 anos, foi preso em uma comunidade de São Vicente, na...

Por falta de manutenção, cobertura do Deck do Pescador desaba em São Vicente

A cobertura do Deck do Pescador desabou em São Vicente. O acidente ocorreu após uma pequena fogueira que foi montada na estrutura....

Avião da FAB que desapareceu é encontrado totalmente destruído; dois ocupantes morreram

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que estava sumido em Santa Catarina foi encontrado neste sábado (5) em uma área de mata de Canelinha,...

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Eleitoral do Rio Grande (MPRS) desenvolvem hoje (9) a Operação Gaspar. Ela investiga a suposta prática de crimes eleitorais e de desvio de recursos públicos na campanha eleitoral municipal de 2020.

Segundo a PF,  a ação investiga um suposto esquema de desvio de recursos públicos em contrato para limpeza urbana, firmado entre a prefeitura de Uruguaiana (RS) e uma empresa de Santa Catarina, que presta serviços desde 2017 ao município.

Pouco antes das eleições, a empresa contratou varredores de ruas fantasmas, alguns residentes em Santa Catarina, parentes dos próprios empresários investigados, havendo indícios de desvio de parte desses valores para a campanha eleitoral.

O inquérito policial apura crimes de licitação, omissão em prestação de contas eleitorais e apropriação de bens públicos. As pessoas que figuram como investigadas são agentes públicos e empresários.

Em Uruguaiana

Na ação desta terça-feira, 50 policiais federais e dez membros e servidores do Ministério Público Estadual cumprem 12 mandados de busca e apreensão em Uruguaiana, deferidos pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS).

“Com base no compartilhamento de prova colhida durante a investigação da Operação Pombo de Ouro, em Santa Catarina, o Ministério Público Eleitoral do Rio Grande do Sul representou pela cassação dos mandatos dos agentes públicos investigados. O MPRS também instaurou inquérito civil para investigar possíveis atos de improbidade administrativa cometidos por empresários e agentes públicos”, informou a Polícia Federal.

A operação foi batizada de Gaspar em alusão ao personagem de desenho infantil Gasparzinho, conhecido pelas crianças como o fantasminha camarada, considerando que a forma de desvio de recursos teria decorrido da contratação de funcionários fantasmas.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Tutora de labradora com câncer na pata vende camisetas para custear tratamento de R$ 20 mil

Foi um susto para Thaís Câmara, de 27 anos, tutora da labradora de apenas dois anos, diagnosticada com sarcoma (tumor maligno) na...

Suspeito de estar envolvido na morte de PM em feira livre é preso em São Vicente, SP

Um criminoso envolvido na morte do policial militar Amável Pinheiro Correa, de 71 anos, foi preso em uma comunidade de São Vicente, na...

Por falta de manutenção, cobertura do Deck do Pescador desaba em São Vicente

A cobertura do Deck do Pescador desabou em São Vicente. O acidente ocorreu após uma pequena fogueira que foi montada na estrutura....

Avião da FAB que desapareceu é encontrado totalmente destruído; dois ocupantes morreram

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que estava sumido em Santa Catarina foi encontrado neste sábado (5) em uma área de mata de Canelinha,...

Incêndio em boate mata 13 pessoas

Um incêndio em uma boate na cidade russa de Kostroma, deixa pelo menos 13 pessoas mortas. O fogo...