terça-feira, novembro 8, 2022
17.9 C
São Vicente
17.9 C
Santos
15.8 C
Peruíbe
17.9 C
Praia Grande
16.5 C
Itanhaém
19.5 C
Guarujá
17.5 C
Mongaguá
18.4 C
Bertioga

Após se recuperar da covid-19 mãe do cantor Yudi desabafa: ’12 dias vendo a morte’

Leia mais

Mulher é covardemente agredida na praia, em Guarujá 

Uma mulher de 40 anos, foi espancada pelo próprio marido com chutes e socos, em uma praia do Guarujá, na baixada Santista....

Atacadista oferece mais de 600 vagas de emprego temporário

O Assaí Atacadista abre mais de 600 vagas temporárias. As oportunidades de atuação no período de festas representam uma possibilidade de renda...

PAT de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego, em diferentes cargos. Sendo 11 vagas exclusivamente para pessoas com...

Corpo é encontrado dentro de fogueira em Guarujá

Um corpo ainda não identificado foi encontrado em chamas em uma fogueira montada às margens da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá,...

O cantor santista Yudi Tamashiro fez um vídeo junto de sua mãe e publicou as imagens em suas redes sociais nesta semana para celebrar a recuperação de Tânia Tamashiro após ela ter sido internada para se tratar depois de ter contraído Covid-19. O artista realizou uma campanha na internet e pediu orações para a mãe, que chegou a ficar em estado crítico, mas agora já retornou para casa e fez um longo desabafo sobre o medo da doença que a deixou acamada.

Além de Tânia, o pai de Yudi também foi internado, mas ainda não voltou para casa devido a complicações e segue sendo observado de perto pelas equipes de médicos. Durante o vídeo postado pelo cantor, que tem pouco menos de 15 minutos e que já foi assistido por mais de um milhão de internautas, Tânia chora e revela que passou momentos de terror devido à patologia.

“Eu fiz questão de fazer um vídeo falando que eu venci a Covid-19. Tenho que falar um testemunho forte da minha vida, porque as pessoas estão vivendo esse momento de pandemia, de sofrimento, de dor. Só que as pessoas não conseguem mensurar e nem imaginar o que é a Covid para cada ser humano. Cada um sente de uma forma. O meu filho já teve, passou mal e foi parar no hospital. Não divulgamos. Mas ele teve em janeiro, passou mal, ficou isolado e Deus restaurou. Cada pessoa tem uma forma de sentir a Covid. A minha filha, de 24 anos, teve também mas de maneira totalmente assintomática”, explica a mãe de Yudi.

Ao longo da publicação, ela e o filho reforçaram pedidos já feitos ao longo de mais de um ano por especialistas e autoridades sanitárias. Eles também pedem que as pessoas sigam orando, mas dessa vez pelo pai do cantor, que segue internado.

“Infelizmente, o meu marido, o meu Nelson adorado, está na UTI e, até agora, intubado, vivendo só nas máquinas. Deu uma parada cardíaca nele, uma parada nos rins. Eu sou testemunha do que é a Covid no corpo de uma pessoa. Eu passei doze dias no hospital vendo a morte de perto. É muito triste ter uma coisa andando dentro do seu organismo sem saber explicar o que é. As pessoas perguntam o que você está sentindo, qual é a dor e você não sabe dizer. Não tem fôlego para falar qual é a dor, o que sente. Porque o maior de tudo é o pavor. O pavor do desconhecido. É o pavor de estar dentro de um hospital e saber que seus dois únicos filhos estão aqui fora te esperando. Esperando porque estão sozinhos porque estão sem eu e sem o pai, cada um em um hospital. É muito difícil”.

“Tenham temor. Eu sei que muitos brasileiros têm que trabalhar, pegar ônibus, pegar filas e estar na rua, mas façam com sabedoria. Façam uso de máscara, usem álcool em gel, tentem se prevenir o máximo possível. É uma coisa horrível, uma doença horrorosa que ninguém merece passar”, finaliza dona Tânia.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Mulher é covardemente agredida na praia, em Guarujá 

Uma mulher de 40 anos, foi espancada pelo próprio marido com chutes e socos, em uma praia do Guarujá, na baixada Santista....

Atacadista oferece mais de 600 vagas de emprego temporário

O Assaí Atacadista abre mais de 600 vagas temporárias. As oportunidades de atuação no período de festas representam uma possibilidade de renda...

PAT de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego, em diferentes cargos. Sendo 11 vagas exclusivamente para pessoas com...

Corpo é encontrado dentro de fogueira em Guarujá

Um corpo ainda não identificado foi encontrado em chamas em uma fogueira montada às margens da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá,...

Novembro Roxo: ONG promove a causa da prematuridade na Baixada Santista

Esse é o mês internacional de sensibilização para a causa da prematuridade. No dia 17 de novembro, comemoramos...