quarta-feira, janeiro 26, 2022
35.1 C
São Vicente
35.1 C
Santos
27.9 C
Peruíbe
35.1 C
Praia Grande
35.1 C
Itanhaém
35 C
Guarujá
34.9 C
Mongaguá
28.9 C
Bertioga

Idosa sofre com ferida aberta no rosto em busca de tratamento há 2 anos em Praia Grande

Leia mais

Projeto para atender órfãos do feminicídio

As altas taxas de feminicídio no país trazem consigo um problema social menos óbvio do que a morte de mulheres: o abandono...

Posto de coleta de leite humano para recém-nascidos em Praia Grande

Um posto de coleta de leite humano, foi implantado nesta terça-feira (25) em Praia Grande, na Baixada Santista, para ajudar a salvar...

Garotinho de 2 anos compra mais de R$ 10 mil em móveis com celular da mãe

Com o celular da mãe, um garotinho de dois anos apertou um botão sem querer. O botão confirmava a compra de quase...

Cursos gratuitos de qualificação em Santos

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira (SinHoRes) abre inscrições para cursos gratuitos de...

Moradora de Praia Grande, no litoral paulista, a idosa Terezinha Marangoni de Souza, de 83 anos, está a procura de atendimento público para tratamento de uma enorme ferida que surgiu em seu rosto há dois anos. 

Terezinha passou por uma cirurgia de limpeza no ferimento, mas a demora para o procedimento fez com que a lesão interferisse na visão dela, a família da paciente fez apelo para que a idosa tenha um tratamento público adequado, já que há suspeita de câncer.

A neta Luana de Souza Azevedo, de 41 anos, relatou que o tratamento médico destinado à sua avó desde a descoberta do ferimento é “desumano”. Relatando também problemas ao tentar marcar a cirurgia de limpeza da ferida, já que os exames pré-operatórios pedidos não foram aceitos pela cirurgiã. No último dia 30 [de agosto], a ferida já tinha crescido absurdamente”, explicou. De acordo com a familiar, o tempo de espera foi de dois anos, desde a realização da primeira consulta, até o procedimento de limpeza.

A idosa passou pela cirurgia de limpeza do machucado no rosto, realizada por uma médica cirurgiã plástica no Complexo Hospitalar Irmã Dulce, em Praia Grande. A neta alega, entretanto, que a cirurgia deixou a ferida exposta, o que causou uma infecção. “Não deram nenhum remédio para não infeccionar. A única prescrição médica foi de um remédio para controlar a dor. A gente está totalmente perdido”, comentou Luana.

A instituição, a unidade hospitalar alega não possui especialidade de oncologia, por isso, não é referência para esse tipo de acompanhamento.

A Prefeitura de Praia Grande informa em nota, que o tratamento oncológico é de responsabilidade do governo do Estado. Ainda conforme a administração municipal, todos os procedimentos possíveis de serem feitos na cidade, estão sendo realizados, porém, a continuidade do tratamento oncológico precisa ser na Rede Hebe Camargo, do Estado de São Paulo.

Já a Secretaria de Saúde de São Paulo, informou que a demanda de consultas, cirurgias e procedimentos é descentralizada na rede, considerando que há regulações municipais ou regionais, com os respectivos serviços de referência para sua área de abrangência. A pasta ainda afirma que o encaminhamento de pacientes a atendimentos especializados é de responsabilidade dos municípios, que possuem autonomia para definir os casos prioritários.

Fonte: G1 Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Projeto para atender órfãos do feminicídio

As altas taxas de feminicídio no país trazem consigo um problema social menos óbvio do que a morte de mulheres: o abandono...

Posto de coleta de leite humano para recém-nascidos em Praia Grande

Um posto de coleta de leite humano, foi implantado nesta terça-feira (25) em Praia Grande, na Baixada Santista, para ajudar a salvar...

Garotinho de 2 anos compra mais de R$ 10 mil em móveis com celular da mãe

Com o celular da mãe, um garotinho de dois anos apertou um botão sem querer. O botão confirmava a compra de quase...

Cursos gratuitos de qualificação em Santos

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira (SinHoRes) abre inscrições para cursos gratuitos de...

Criança se acidenta em parque de São Vicente e leva 12 pontos

Uma criança de sete anos, filho de uma moradora da Área Continental de São Vicente, na Baixada Santista, levou mais de dez...