segunda-feira, novembro 7, 2022
22.9 C
São Vicente
20 C
Santos
21.8 C
Peruíbe
20 C
Praia Grande
21.1 C
Itanhaém
20.3 C
Guarujá
20.7 C
Mongaguá
19.5 C
Bertioga

Fiocruz desenvolve teste molecular para detectar hanseníase

Leia mais

Copa do Mundo: Convocação da seleção Brasileira sai hoje às 13h

O técnico Tite anuncia nesta segunda-feira, 7, a lista dos convocados para defender a Seleção Brasileira em busca do hexacampeonato na Copa...

Homem suspeito de amordaçar e amarrar vítimas durante assalto é preso em São Vicente

Um homem de 50 anos, foi localizado e preso em São Vicente, na Baixada Santista, por invadir uma casa, amordaçar reféns e...

Anote ai: Caravana Natalina da Coca-Cola passará por SV, PG e Santos nos dias 6 e 7 de dezembro

A Caravana Natalina da Coca-Cola passará pelas cidades de Santos, São Vicente e Praia Grande em dezembro. O...

Tutora de labradora com câncer na pata vende camisetas para custear tratamento de R$ 20 mil

Foi um susto para Thaís Câmara, de 27 anos, tutora da labradora de apenas dois anos, diagnosticada com sarcoma (tumor maligno) na...

Após décadas de pesquisas, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) desenvolveu o primeiro teste molecular para hanseníase, inédito no país. Trata-se do Kit NAT Hanseníase, que já obteve registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Baseado na metodologia de PCR (sigla em inglês para a reação em cadeia da polimerase), o exame detecta o DNA do bacilo Mycobacterium leprae, causador da doença, e pode facilitar a detecção precoce da hanseníase. A doença atinge em torno de 27 mil pessoas por ano no Brasil. 

O anúncio foi feito pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que desenvolveu o novo teste em parceria com o Instituto Carlos Chagas do Paraná (Fiocruz-PR) e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), ligado à Fiocruz e ao governo paranaense.

Segundo o líder do projeto e chefe do Laboratório de Hanseníase do IOC, Milton Ozório Moraes, a aplicação de uma metodologia de ponta contra uma doença negligenciada é de grande importância para o Brasil. “Até então, não havia testes diagnósticos de hanseníase considerados padrão ouro. É um marco colocar esse exame à disposição de populações vulneráveis, que são as que mais desenvolvem a doença e carecem de avanços tecnológicos”, disse Moraes. 

Para o pesquisador da Fiocruz-PR, Alexandre Costa, que coordenou o desenvolvimento do exame no IBMP, doenças tropicais negligenciadas não costumam atrair o interesse da indústria. “Com o Kit NAT Hanseníase, temos um teste nacional, com qualidade de primeiro mundo, que pode contribuir para a saúde da nossa população”, disse.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Copa do Mundo: Convocação da seleção Brasileira sai hoje às 13h

O técnico Tite anuncia nesta segunda-feira, 7, a lista dos convocados para defender a Seleção Brasileira em busca do hexacampeonato na Copa...

Homem suspeito de amordaçar e amarrar vítimas durante assalto é preso em São Vicente

Um homem de 50 anos, foi localizado e preso em São Vicente, na Baixada Santista, por invadir uma casa, amordaçar reféns e...

Anote ai: Caravana Natalina da Coca-Cola passará por SV, PG e Santos nos dias 6 e 7 de dezembro

A Caravana Natalina da Coca-Cola passará pelas cidades de Santos, São Vicente e Praia Grande em dezembro. O...

Tutora de labradora com câncer na pata vende camisetas para custear tratamento de R$ 20 mil

Foi um susto para Thaís Câmara, de 27 anos, tutora da labradora de apenas dois anos, diagnosticada com sarcoma (tumor maligno) na...

Suspeito de estar envolvido na morte de PM em feira livre é preso em São Vicente, SP

Um criminoso envolvido na morte do policial militar Amável Pinheiro Correa, de 71 anos, foi preso em uma comunidade de São Vicente, na...