sábado, maio 28, 2022
28.1 C
São Vicente
28.1 C
Santos
21.7 C
Peruíbe
28.1 C
Praia Grande
22.6 C
Itanhaém
23 C
Guarujá
22.8 C
Mongaguá
24 C
Bertioga

Carro usado para levar PM morto após tiro nas costas é encontrado

Leia mais

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

Um homem de 30 anos, suspeito na participação da morte do policial militar Jeferson Chapani Szklarski, de 38 anos, foi preso em Ribeirão Pires, na madrugada desta sexta-feira (21).

O agente de segurança foi morto com um tiro nas costas em Praia Grande, na Baixada Santista, e teve o corpo abandonado em São Vicente, na madrugada de quinta-feira (20). O suspeito disse que foi contratado para levar o veículo, para ser destruído.

Em investigações preliminares, policiais civis do Departamento de Homicídios do Deic de Santos e a Polícia Militar levantaram informações de que um veículo da marca Volvo teria sido utilizado no transporte da vítima de Praia Grande à São Vicente.

Os policiais militares encontraram o veículo em movimento na rua Kaete Richers, na Vila São José, em Ribeirão Pires e o abordaram. Em busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado, apenas um telefone celular.

O suspeito confessou que foi contratado por um indivíduo para transportar o veículo de Santo André até Suzano. Um perito informou, ter vestígio de sangue humano no banco traseiro, na parte de trás do banco do motorista. Também foi solicitada a perícia especializada na coleta de impressões digitais.

Na delegacia, o homem foi interrogado, confirmou a versão dada aos policiais militares e confessou que receberia R$ 300 pelo serviço realizado. Ele alegou que não sabia que o carro havia sido utilizado por criminosos.

O homem foi encaminhado à Cadeia de Santo André, onde permanecerá à disposição da Justiça. O boletim de ocorrência foi registrado como fraude processual.

Fonte: G1 Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

26 de maio, Dia de Concientização Nacional do Glaucoma

Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a doença que é a segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo -...