terça-feira, julho 5, 2022
30 C
São Vicente
30 C
Santos
27.8 C
Peruíbe
30 C
Praia Grande
27.9 C
Itanhaém
29.9 C
Guarujá
29.8 C
Mongaguá
30 C
Bertioga

26 de maio, Dia de Concientização Nacional do Glaucoma

Leia mais

Toten é atropelado por Caminhão de Lixo no Rio Branco em S.Vicente

Nesta manhã de terça feira (5), um toten de segurança da prefeitura de São Vicente foi atingido por um caminhão de lixo.

Bandidos armados se passam por cliente e roubam loja de manutenção de celular em S.V

Dois criminosos são flagrados roubando uma loja de manutenção de celular em São Vicente, na Baixada Santista. O roubo...

Corpo é encontrado dentro de canal de Praia Grande

O corpo de um homem foi encontrado em um canal próximo ao Bairro Aviação, em Praia Grande, na Baixada Santista, na manhã...

Professora realiza sonho de criança autista de voar

Uma criança com transtorno do espectro autista, de apenas 10 anos, realizou o sonho de voar de helicóptero graças a atitude de...

Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a doença que é a segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo – atrás apenas da catarata – nesta quinta-feira, dia 26, ocorre o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma.

“O glaucoma é uma doença silenciosa, que não apresenta sintomas, mas células do nervo óptico começam a degenerar devido a um aumento de pressão e isso pode gerar uma perda de visão definitiva. Por isso, além de manter uma alimentação saudável e praticar exercícios, é fundamental ir ao médico especialista pelo menos uma vez por ano para realizar exames periódicos”, explica o oftalmologista Luís Alberto Cunha Siqueira, que atua em São Vicente.

Dano causado ao olho pelo glaucoma

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2040 mais de 111 milhões de pessoas terão o diagnóstico da doença. O Ministério da Saúde, inclusive, informa que, no Brasil, o glaucoma já atinge mais de 900 mil pessoas.

Luís afirma que, mesmo a doença atingindo 3% da população a partir dos 40 anos de idade e 8% com mais de 80 anos, há ainda outros fatores de risco pelos quais é preciso estar atento. “Pessoas que tenham histórico familiar da doença, com etnia africana ou asiática, que sofreram lesões físicas no olho ou que usam excessivamente medicações à base de corticoides não podem deixar de ir ao oftalmologista”.

Como não tem cura, na maioria dos casos o glaucoma pode ser controlado com tratamento adequado e contínuo – como por exemplo o uso diário de colírios – interrompendo a perda da visão. “Existe também uma opção de tratamento com aplicação de laser, uma boa opção quando a doença é descoberta logo no início, pois o paciente não precisa utilizar outros remédios. Mas, em casos mais graves, pode ser necessária intervenção cirúrgica”.

Fonte: BS9

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Toten é atropelado por Caminhão de Lixo no Rio Branco em S.Vicente

Nesta manhã de terça feira (5), um toten de segurança da prefeitura de São Vicente foi atingido por um caminhão de lixo.

Bandidos armados se passam por cliente e roubam loja de manutenção de celular em S.V

Dois criminosos são flagrados roubando uma loja de manutenção de celular em São Vicente, na Baixada Santista. O roubo...

Corpo é encontrado dentro de canal de Praia Grande

O corpo de um homem foi encontrado em um canal próximo ao Bairro Aviação, em Praia Grande, na Baixada Santista, na manhã...

Professora realiza sonho de criança autista de voar

Uma criança com transtorno do espectro autista, de apenas 10 anos, realizou o sonho de voar de helicóptero graças a atitude de...

Mais um espaço exclusivo para pets inaugurado em Santos

O quarto espaço pet foi inaugurado em Santos, na Baixada Santista. Totalmente dedicado aos animais, localizado na Praça Nossa Senhora Aparecida.