sábado, junho 12, 2021
20.4 C
São Vicente
20.9 C
Santos
18.1 C
Peruíbe
20.8 C
Praia Grande
21.1 C
Itanhaém
21 C
Guarujá
20.3 C
Mongaguá
21 C
Bertioga

Caravelas-portuguesas tóxicas aparecem em praias de Santos e São Vicente; GBMar alerta

Leia mais

São Vicente terá dia e horários de vacinação contra Covid-19 ampliados em posto dentro do shopping

Com a entrada de um novo público-alvo na campanha da vacinação contra o covid-19, a Prefeitura por meio da Secretaria da saúde...

Profissionais da limpeza e coletores de lixo são vacinados contra a Covid-19, em São Vicente

Ao todo, foram vacinados 210 profissionais deste público-alvo, sendo 150 da Terracom e 60 da Coopernatureza. O ponto de...

Estado avalia possível área para construção de conjunto habitacional em São Vicente

Nesta quinta-feira (10), o prefeito de São Vicente Kayo Amado, junto com a Secretária de Habitação Camila Oliveira, e a Secretária do...

São Vicente imuniza contra o covid-19, munícipes de 55 a 59 anos, sem comorbidades

Nesta sexta-feira (11), São Vicente, antecipará a imunização de pessoas de 55 a 59 anos, sem comorbidades, que sejam cadastrados no programa...

O GBMar (Grupamento de Bombeiros Marítimo) fez, nesta quinta-feira, 21, um alerta em que pede aos banhistas que se atentem para a aparição de águas-vivas tóxicas nas praias.

O alerta se deu  após duas aparições da caravelas-portuguesas (physalia physalis), organismo tóxico similar à uma água-viva, na praia de Itararé, em São Vicente, na manhã desta quarta-feira, 20, e na tarde do mesmo dia no canal 3, em Santos.

A espécie tem uma cor roxa exótica, o que pode levar as pessoas, sobretudo crianças, a tocá-la, este também é um dos perigos.  O GBMar, responsável pela proteção à vida em afogamentos e pela prevenção de outros incidentes no mar em toda a costa paulista, esclareceu que a caravela-portuguesa oferece “grande risco”, pois pode causar queimaduras de até 3° grau.

Normalmente, a espécie possui  tentáculos que vão de 10m até 20cm. Os tentáculos liberam uma substância extremamente urticante, isso faz com que a dor no contato com o organismo seja lancinante. Outros sintomas comuns do contato com a espécie são cãibras e vômitos. O contato também pode provocar aceleração dos batimentos cardíacos. 

 “Caso seja tocado por este animal e senta ardência na região, evite jogar água no ferimento, ou mesmo esfregar a mão  e, se possível, aplicar vinagre na região afetada, até conseguir um atendimento médico, se necessário”, orientou o órgão.

Em termos técnicos e mais precisos, a espécie encontrada nas areias de São Vicente não é exatamente uma água viva e sim sua parente. Ambas são da família dos cnidários.

O órgão também esclareceu que as correntes marítimas do período de verão favorecem o aparecimento do organismo nas praias da Baixada Santista. Efetivamente, o aparecimento das caravelas-portuguesas é relativamente normal na costa do litoral paulista e se intensifica no verão, por conta da correnteza marítima afetada por um fenômeno de massa de água chamado Água Central do Atlântico Sul (ACAS).

Colonias gigantes, com mais de mil caravelas-portuguesas não são incomuns. Assim, quando alguns organismos aparecem nas areias, a luz amarela acende, pois pode haver muitos mais no mar, próximo à praia.  Com a aparição relativamente comum, quem tiver optado por ir à praia apesar da pandemia, devem também redobrar os cuidados ao permanecerem na orla e ao adentrarem no mar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

São Vicente terá dia e horários de vacinação contra Covid-19 ampliados em posto dentro do shopping

Com a entrada de um novo público-alvo na campanha da vacinação contra o covid-19, a Prefeitura por meio da Secretaria da saúde...

Profissionais da limpeza e coletores de lixo são vacinados contra a Covid-19, em São Vicente

Ao todo, foram vacinados 210 profissionais deste público-alvo, sendo 150 da Terracom e 60 da Coopernatureza. O ponto de...

Estado avalia possível área para construção de conjunto habitacional em São Vicente

Nesta quinta-feira (10), o prefeito de São Vicente Kayo Amado, junto com a Secretária de Habitação Camila Oliveira, e a Secretária do...

São Vicente imuniza contra o covid-19, munícipes de 55 a 59 anos, sem comorbidades

Nesta sexta-feira (11), São Vicente, antecipará a imunização de pessoas de 55 a 59 anos, sem comorbidades, que sejam cadastrados no programa...

São Vicente antecipa imunização de profissionais da Educação entre 18 a 44 anos para sexta-feira (11)

São Vicente, litoral Paulista, antecipará para sexta-feira (11), a imunização dos profissionais da Educação entre 18 a 44 anos, respeitando o Plano...