segunda-feira, novembro 7, 2022
21.3 C
São Vicente
21.2 C
Santos
20.2 C
Peruíbe
21.2 C
Praia Grande
19.9 C
Itanhaém
20.5 C
Guarujá
19.5 C
Mongaguá
19.7 C
Bertioga

Cachorro ‘pega fogo’ após apagarem cigarro nele na Guilhermina, em Praia Grande

Leia mais

Mulher é covardemente agredida na praia, em Guarujá 

Uma mulher de 40 anos, foi espancada pelo próprio marido com chutes e socos, em uma praia do Guarujá, na baixada Santista....

Atacadista oferece mais de 600 vagas de emprego temporário

O Assaí Atacadista abre mais de 600 vagas temporárias. As oportunidades de atuação no período de festas representam uma possibilidade de renda...

PAT de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego, em diferentes cargos. Sendo 11 vagas exclusivamente para pessoas com...

Corpo é encontrado dentro de fogueira em Guarujá

Um corpo ainda não identificado foi encontrado em chamas em uma fogueira montada às margens da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá,...

Andando de carro com seu cachorro de estimação e a filha, a professora Sandra Wilma dos Santos Silva, de 42 anos, se assustou ao ver que o animal de estimação, que estava no banco de trás, estava latindo e com o pelo da cabeça em chamas. O caso ocorreu no último domingo (31), em Praia Grande. O autor da crueldade não foi identificado.

Sandra conta que dirigia com a filha e o pet, chamado Baron, no banco de trás, enquanto seu marido e filho seguiam de bicicleta, fazendo o mesmo percurso até a feira do bairro Guilhermina por volta das 19h, e o movimento era intenso. “A gente estava indo devagar pela orla. Durante o percurso, eu ouvi meu cachorro latir, gritando, como se estivesse machucado e eu senti cheiro de queimado”, relata.

Imediatamente, ela percebeu o que havia acontecido: “Quando eu olhei para trás, a cabeça dele estava pegando fogo. Foi como quando pega fogo em cabelo, fiquei desesperada. Na primeira esquina que achei, parei o carro. Minha preocupação era apagar o fogo porque minha bebê estava do lado, fiquei com medo que pegasse fogo no banco do carro ou acontecesse alguma coisa mais extrema. Cheguei em casa tremendo, chorando, com muita raiva”.

Apesar de não ter visto quem fez isso com o cachorro, ela diz que, quando passou por uma calçada movimentada, imagina que alguém possa ter apagado um cigarro na cabeça do cachorro, que estava preso ao cinto de segurança do veículo, mas com a cabeça para fora da janela. “Como estava devagar, a pessoa teve o tempo de queimar o cachorro para judiar”, diz.

“Eu não consegui ver a pessoa e não fiz boletim de ocorrência, eu imagino que tenha sido durante o percurso. Foi revoltante para mim, porque é meu cachorro, estava preso na coleira e no cinto, mas estava com o focinho para fora. A pessoa por maldade encostou o cigarro nele”, desabafou.

Apesar do susto, a queimadura foi superficial e não chegou a atingir a pele do animal. “Ficou um buraquinho onde o fogo pegou. Quis publicar sobre isso nas redes sociais como um alerta, porque tem tanta gente que sai com cachorro, e algumas pessoas não prendem na coleira. Da mesma forma que aconteceu com o meu, pode acontecer com qualquer um”, finaliza.

Reportagem: Santaportal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Mulher é covardemente agredida na praia, em Guarujá 

Uma mulher de 40 anos, foi espancada pelo próprio marido com chutes e socos, em uma praia do Guarujá, na baixada Santista....

Atacadista oferece mais de 600 vagas de emprego temporário

O Assaí Atacadista abre mais de 600 vagas temporárias. As oportunidades de atuação no período de festas representam uma possibilidade de renda...

PAT de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Praia Grande oferece 28 novas vagas de emprego, em diferentes cargos. Sendo 11 vagas exclusivamente para pessoas com...

Corpo é encontrado dentro de fogueira em Guarujá

Um corpo ainda não identificado foi encontrado em chamas em uma fogueira montada às margens da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá,...

Novembro Roxo: ONG promove a causa da prematuridade na Baixada Santista

Esse é o mês internacional de sensibilização para a causa da prematuridade. No dia 17 de novembro, comemoramos...