sábado, janeiro 29, 2022
25.4 C
São Vicente
25.4 C
Santos
21.4 C
Peruíbe
25.4 C
Praia Grande
25.1 C
Itanhaém
24 C
Guarujá
24.3 C
Mongaguá
24.1 C
Bertioga

Prefeito de Santos não fechará praias e pede apoio do governo estadual.

Leia mais

Moradora fica chocada ao ver praia lotada de lixo em Praia Grande

Uma mulher de Ubatuba, litoral de São Paulo, compartilhar um registro da praia de Praia Grande durante o nascer do sol, na última quinta-feira (27).

Mais de 2 mil vagas para cursos esportivos em São Vicente

A Secretaria de Cultura, Esporte e cidadania (Secec) de São Vicente, na Baixada santista, abre mais de 2,6 mil vagas para cursos...

Prefeitura de SV solicita agilidade para tombamento do Golf Clube para evitar venda

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos (Sejur), garante, que irá analisar a solicitação do tombamento expedido...

Anvisa aprova venda e uso de autotestes no Brasil

O uso e a venda de autotestes de Covid-19 no Brasil é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A autorização...

O prefeito Rogério Santos (PSDB), disse em entrevista, que as praias de Santos não serão fechadas durante o período de 14 dias em que o Estado de São Paulo ficará na fase vermelha do Plano SP. No entanto, o uso da faixa de areia está restrito a esportes individuais e caminhadas. Guarda-sóis e cadeiras, assim como o comércio ambulante, estão proibidos. O anúncio da mudança de fase foi feito pelo governador João Doria nesta tarde.

O mandatário santista disse também que espera apoio do governo e listou medidas que ajudariam a região. Ele solicita que barreiras sanitárias sejam feitas nas estradas de acesso à Baixada Santista, aumento do efetivo da Polícia Militar durante 14 dias e que a Operação Descida, no Sistema Anchieta-Imigrantes, não aconteça nestes dois próximos finais de semana.

“Faremos barreiras sanitárias nas entradas das cidades da região junto ao Governo do Estado. A decisão, o decreto, é estadual. Cabe aos municípios apoio à fiscalização estadual e é isso que nós queremos: contribuir com o Governo do Estado para que [o Plano SP] seja mais efetivo ainda, evitando o deslocamento de pessoas de outras regiões”.

Comerciantes

Em relação ao comércio, um dos ramos mais afetados pela mudança de fase, Rogério Santos (PSDB) disse que buscará soluções dentro da legalidade do Plano SP.

ADVERTISING

“Estamos preocupados, iremos conversar com todos os ramos de atividades comerciais, pois isso vai gerar um grande impacto econômico e social. Vamos conversar com os comerciantes para buscar soluções conjuntas, mas sempre dentro da legalidade”.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Moradora fica chocada ao ver praia lotada de lixo em Praia Grande

Uma mulher de Ubatuba, litoral de São Paulo, compartilhar um registro da praia de Praia Grande durante o nascer do sol, na última quinta-feira (27).

Mais de 2 mil vagas para cursos esportivos em São Vicente

A Secretaria de Cultura, Esporte e cidadania (Secec) de São Vicente, na Baixada santista, abre mais de 2,6 mil vagas para cursos...

Prefeitura de SV solicita agilidade para tombamento do Golf Clube para evitar venda

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos (Sejur), garante, que irá analisar a solicitação do tombamento expedido...

Anvisa aprova venda e uso de autotestes no Brasil

O uso e a venda de autotestes de Covid-19 no Brasil é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A autorização...

Baixada Santista recebe 20 novos leitos para pacientes com Covid-19

A Baixada Santista receberá 20 novos leitos para pacientes com Covid-19 do Estado de São Paulo. O governo estadual anunciou a medida,...