terça-feira, setembro 21, 2021
20.3 C
São Vicente
20.2 C
Santos
18.4 C
Peruíbe
20.3 C
Praia Grande
21.1 C
Itanhaém
19.4 C
Guarujá
18.9 C
Mongaguá
19.5 C
Bertioga

Pesquisa mostra redução no custo de cesta básica em capitais brasileiras

Leia mais

Após descumprir medida protetiva e agredir ex-companheira; homem é preso em Juquiá, SP

Na última segunda-feira (20), um homem de 37 anos foi preso após descumprir diversas vezes uma medida protetiva em favor da ex-companheira...

PF realiza operação contra fraude na montagem de hospitais de campanha

Nesta terça-feira (21), a Polícia Federal (PF) realiza uma operação para investigar fraudes na montagem de hospitais de campanha. Estão sendo cumpridos...

Cadeirantes ocupam vagas de estacionamento em São Vicente em ação no Dia de Luta da Pessoa com Deficiência

Nesta terça feira (21), Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Cadeirantes se posicionaram nas vagas de estacionamento destinadas à portadores...

Corpo de um homem morto a tiros com as mãos amarradas é encontrado em Cubatão, SP

Na noite da última segunda-feira (20), um homem ainda não identificado, foi encontrado morto em uma região de mata na Ilha Caraguatá,...

O custo da cesta básica caiu em fevereiro em 12 das 17 capitais brasileiras analisadas na Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, feita mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Nas demais cinco capitais, o preço da cesta aumentou.

As maiores reduções foram registradas em Campo Grande (-4,67%), Brasília (-3,72%), Belo Horizonte (-3,16%), Vitória (-2,46%) e Goiânia (-2,45%).

Já a capital onde ocorreu a maior alta no mês foi João Pessoa (2,69%), seguida por Curitiba (2,33%), Natal (2,19%), Belém (1,11%) e Porto Alegre (1,03%).

A cesta básica mais cara do país é a de Florianópolis, com custo médio de R$ 639,81. A mais barata é a de Aracaju, com custo médio de R$ 445,90.

Com base na cesta mais cara, a de Florianópolis, o Dieese estimou que o salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência seria de R$ 5.375,05, o que corresponde a 4,89 vezes o salário mínimo vigente, de R$ 1.100.

Fonte: agencia Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Após descumprir medida protetiva e agredir ex-companheira; homem é preso em Juquiá, SP

Na última segunda-feira (20), um homem de 37 anos foi preso após descumprir diversas vezes uma medida protetiva em favor da ex-companheira...

PF realiza operação contra fraude na montagem de hospitais de campanha

Nesta terça-feira (21), a Polícia Federal (PF) realiza uma operação para investigar fraudes na montagem de hospitais de campanha. Estão sendo cumpridos...

Cadeirantes ocupam vagas de estacionamento em São Vicente em ação no Dia de Luta da Pessoa com Deficiência

Nesta terça feira (21), Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Cadeirantes se posicionaram nas vagas de estacionamento destinadas à portadores...

Corpo de um homem morto a tiros com as mãos amarradas é encontrado em Cubatão, SP

Na noite da última segunda-feira (20), um homem ainda não identificado, foi encontrado morto em uma região de mata na Ilha Caraguatá,...

Homem baleado nas nádegas pelo garupa de uma motocicleta em Bertioga, SP

Na noite do último domingo (18), Um homem foi baleado nas nádegas pelo garupa de uma motocicleta, em Bertioga, no litoral de...