terça-feira, abril 20, 2021
21.1 C
São Vicente
21.1 C
Santos
19.8 C
Peruíbe
21.1 C
Praia Grande
18.7 C
Itanhaém
21.1 C
Guarujá
18.3 C
Mongaguá
21.1 C
Bertioga

A partir de 31 de março, remédios vão ficar até 4,88% mais caros

Leia mais

Gabriel Medina avança na Austrália e chega ao topo do ranking

Três brasileiros continuam na disputa do título da terceira etapa do World Surf League Championship Tour 2021, que acontece em Narrabeen, na Austrália. Nesta...

Roberto Carlos completa 80 anos e pede para fãs não irem ao seu prédio

O rei Roberto Carlos comemora seu aniversário de 80 anos nesta segunda-feira (19). Em comunicado oficial, divulgado em seu Instagram, o cantor...

Butantan recebe insumo e fabricará mais 5 milhões de vacinas CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu hoje (19) insumos para a fabricação de mais 5 milhões de doses da vacina contra a covid-19. Os...

Obras estão em andamento para prevenir deslizamentos nos morros santistas

 Os morros santistas já receberam dez obras emergenciais e têm outras 12 em andamento para reverter os danos provocados pelas fortes chuvas...

O Governo Federal autorizou uma alta de 4,88% no preço dos medicamentos. A medida foi publicada no Diário Oficial da União e já pode ser aplicado pelas farmacêuticas.

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) validou o aumento para um universo de mais de 19 mil medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro. O Comitê Técnico-Executivo da CMED, órgão vinculado à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), autorizou o reajuste em reunião no último dia 12.

Através do Comitê que o governo controla o reajuste de preços de medicamentos periodicamente estabelecendo o aumento máximo que esses produtos podem atingir no mercado brasileiro. Inicialmente a medida deveria começar a valer no dia 31 de março, prazo anual do reajuste. Na publicação do Diário Oficial não há informação sobre o motivo da antecipação.

Em 2020, o reajuste anual foi suspenso após acordo com a indústria farmacêutica por conta da crise provocada pela pandemia de coronavírus. Porém, em junho, a CMED autorizou um aumento nos preços de remédios de até 5,21%.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Gabriel Medina avança na Austrália e chega ao topo do ranking

Três brasileiros continuam na disputa do título da terceira etapa do World Surf League Championship Tour 2021, que acontece em Narrabeen, na Austrália. Nesta...

Roberto Carlos completa 80 anos e pede para fãs não irem ao seu prédio

O rei Roberto Carlos comemora seu aniversário de 80 anos nesta segunda-feira (19). Em comunicado oficial, divulgado em seu Instagram, o cantor...

Butantan recebe insumo e fabricará mais 5 milhões de vacinas CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu hoje (19) insumos para a fabricação de mais 5 milhões de doses da vacina contra a covid-19. Os...

Obras estão em andamento para prevenir deslizamentos nos morros santistas

 Os morros santistas já receberam dez obras emergenciais e têm outras 12 em andamento para reverter os danos provocados pelas fortes chuvas...

São Vicente aplicará vacinas em turnos, adotando o modelo ‘CoronaGripe’

Com o objetivo de agilizar as campanhas de imunização contra a Covid-19 e contra a gripe, que acontecem simultaneamente em São Vicente,...