quarta-feira, novembro 9, 2022
20.2 C
São Vicente
20.1 C
Santos
15 C
Peruíbe
20.1 C
Praia Grande
15.3 C
Itanhaém
17.3 C
Guarujá
15.9 C
Mongaguá
17 C
Bertioga

Covid-19: Cães farejadores detectam no suor em projeto na Tailândia

Leia mais

Fumar cotonete: nova moda entre jovens e crianças traz riscos à saúde

Um novo desafio do TikTok está preocupando os especialistas. Agora, uma nova tendência levanta riscos entre o público jovem: fumar cotonete. A...

Praia Grande abre processo seletivo para vagas de auxiliar de guarda-vidas temporário

Os interessados já podem se inscrever para o novo processo seletivo para as vagas remanescentes e temporárias de auxiliar de guarda-vidas, de...

PAT de Guarujá oferece 20 novas vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Guarujá, na Baixada Santista, oferece 21 novas oportunidades de emprego. Há vagas para diversas...

Procon-SP alerta consumidores para a Black Friday

A Black Friday 2022, evento que promove descontos e ofertas, começa dia 25 de novembro no Brasil. O Procon-SP divulgou algumas recomendações...

Cães farejadores mostraram uma eficiência de 95% durante treinamentos para detectar a Covid-19 no suor humano em projeto piloto testado na Tailândia. Segundo a professora e chefe do estudo, Kaywalee Chatdarong, da faculdade veterinária da Universidade Chulalongkorn, os animais poderiam ser usados para identificar infecções de coronavírus em polos de transporte movimentados em segundos.

Seis labradores retriever participaram do estudo durante seis meses. O projeto incluiu soltá-los para testar o suor de um paciente infectado em uma roda giratória com seis invólucros enlatados. “Os cães só demoram de um a dois segundos para detectar o vírus”, disse a professora.

Os animais conseguem detectar um composto orgânico volátil secretado no suor de pessoas com Covid-19, mesmo quando a doença é assintomática. “Em um minuto, eles conseguirão analisar 60 amostras”, disse Kaywalee Chatdarong.

“Não seria necessário que os cães farejassem as pessoas, mas somente amostras de suor, uma tarefa que não deve ser difícil em um país tropical como a Tailândia”, acrescentou a pesquisadora.

ADVERTISING

Chile, Finlândia e Índia são alguns dos outros países que também adotaram iniciativas de usar cães farejadores para detectar o vírus, e no mês passado uma clínica veterinária da Alemanha disse que seus cães farejadores atingiram uma exatidão de 94% na detecção em saliva humana.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Fumar cotonete: nova moda entre jovens e crianças traz riscos à saúde

Um novo desafio do TikTok está preocupando os especialistas. Agora, uma nova tendência levanta riscos entre o público jovem: fumar cotonete. A...

Praia Grande abre processo seletivo para vagas de auxiliar de guarda-vidas temporário

Os interessados já podem se inscrever para o novo processo seletivo para as vagas remanescentes e temporárias de auxiliar de guarda-vidas, de...

PAT de Guarujá oferece 20 novas vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Guarujá, na Baixada Santista, oferece 21 novas oportunidades de emprego. Há vagas para diversas...

Procon-SP alerta consumidores para a Black Friday

A Black Friday 2022, evento que promove descontos e ofertas, começa dia 25 de novembro no Brasil. O Procon-SP divulgou algumas recomendações...

Destaque do carnaval paulista é achada morta em casa

Vítima de um infarto, um dos grandes nomes do carnaval paulista, a passista Michelle da Costa Chaga, conhecida como Michelle Mibow, de...