sábado, maio 28, 2022
20.6 C
São Vicente
20.5 C
Santos
19 C
Peruíbe
20.5 C
Praia Grande
19.5 C
Itanhaém
20.5 C
Guarujá
20.4 C
Mongaguá
20.6 C
Bertioga

Covid-19: Cães farejadores detectam no suor em projeto na Tailândia

Leia mais

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

Cães farejadores mostraram uma eficiência de 95% durante treinamentos para detectar a Covid-19 no suor humano em projeto piloto testado na Tailândia. Segundo a professora e chefe do estudo, Kaywalee Chatdarong, da faculdade veterinária da Universidade Chulalongkorn, os animais poderiam ser usados para identificar infecções de coronavírus em polos de transporte movimentados em segundos.

Seis labradores retriever participaram do estudo durante seis meses. O projeto incluiu soltá-los para testar o suor de um paciente infectado em uma roda giratória com seis invólucros enlatados. “Os cães só demoram de um a dois segundos para detectar o vírus”, disse a professora.

Os animais conseguem detectar um composto orgânico volátil secretado no suor de pessoas com Covid-19, mesmo quando a doença é assintomática. “Em um minuto, eles conseguirão analisar 60 amostras”, disse Kaywalee Chatdarong.

“Não seria necessário que os cães farejassem as pessoas, mas somente amostras de suor, uma tarefa que não deve ser difícil em um país tropical como a Tailândia”, acrescentou a pesquisadora.

ADVERTISING

Chile, Finlândia e Índia são alguns dos outros países que também adotaram iniciativas de usar cães farejadores para detectar o vírus, e no mês passado uma clínica veterinária da Alemanha disse que seus cães farejadores atingiram uma exatidão de 94% na detecção em saliva humana.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

26 de maio, Dia de Concientização Nacional do Glaucoma

Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a doença que é a segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo -...