sábado, janeiro 29, 2022
25.4 C
São Vicente
25.4 C
Santos
21.4 C
Peruíbe
25.4 C
Praia Grande
25.1 C
Itanhaém
24 C
Guarujá
24.3 C
Mongaguá
24.1 C
Bertioga

Deputada Federal Rosana Valle sugere Linha de crédito para prefeituras e estados comprarem vacinas

Leia mais

Moradora fica chocada ao ver praia lotada de lixo em Praia Grande

Uma mulher de Ubatuba, litoral de São Paulo, compartilhar um registro da praia de Praia Grande durante o nascer do sol, na última quinta-feira (27).

Mais de 2 mil vagas para cursos esportivos em São Vicente

A Secretaria de Cultura, Esporte e cidadania (Secec) de São Vicente, na Baixada santista, abre mais de 2,6 mil vagas para cursos...

Prefeitura de SV solicita agilidade para tombamento do Golf Clube para evitar venda

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos (Sejur), garante, que irá analisar a solicitação do tombamento expedido...

Anvisa aprova venda e uso de autotestes no Brasil

O uso e a venda de autotestes de Covid-19 no Brasil é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A autorização...

A deputada federal Rosana Valle (PSB) apresentou projeto de lei criando o Pró-VAC, que disciplina operações de crédito a serem celebradas por prefeituras e governos estaduais com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para que possam comprar vacinas e aumentar o ritmo de imunização dos brasileiros contra a Covid-19. 

O Artigo 1º autoriza estados, o Distrito Federal e os municípios a contratar empréstimos junto ao BNDES para a aquisição de imunizantes contra o vírus transmissor da Covid-19. Estes empréstimos terão condições subsidiadas, com taxas de juros não superiores à SELIC, prazos de repagamento de até cinco anos e com carência de pagamento do principal não inferior a dois anos. 

As operações de crédito serão lastreadas em plano de imunização do respectivo ente federado, identificando, minimamente, as quantidades demandadas de imunizantes e sua previsão de aplicação. 

Os empréstimos devem ser analisados e aprovados, ou não, em definitivo, no prazo máximo de 15 dias. Prefeituras e estados que contratarem o crédito junto ao BNDES terão prazo de 180 dias para comprovar documentalmente a destinação dos recursos aportados, de acordo com o plano de imunização apresentado. 

A aprovação do empréstimo não estará condicionada aos limites de empréstimo aos entes federados estabelecidos em outras linhas de crédito do BNDES. 

A deputada lembrou que, com a marca de mais de 320 mil mortos no País, há consenso de que só a vacinação em massa vencerá a ameaça da Covid-19. 

Embora tenham sido aprovadas as leis 14.124/21 e 14.125/21, que autorizam a compra de vacinas pelas prefeituras e estados, elas não apontaram formas de custear a aquisição das mesmas, o que torna o efeito dessas leis bastante reduzido. 

“Esta linha de crédito é a medida que vai permitir mais rapidez na vacinação dos brasileiros”, afirmou a deputada ao apresentar o projeto.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Moradora fica chocada ao ver praia lotada de lixo em Praia Grande

Uma mulher de Ubatuba, litoral de São Paulo, compartilhar um registro da praia de Praia Grande durante o nascer do sol, na última quinta-feira (27).

Mais de 2 mil vagas para cursos esportivos em São Vicente

A Secretaria de Cultura, Esporte e cidadania (Secec) de São Vicente, na Baixada santista, abre mais de 2,6 mil vagas para cursos...

Prefeitura de SV solicita agilidade para tombamento do Golf Clube para evitar venda

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos (Sejur), garante, que irá analisar a solicitação do tombamento expedido...

Anvisa aprova venda e uso de autotestes no Brasil

O uso e a venda de autotestes de Covid-19 no Brasil é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A autorização...

Baixada Santista recebe 20 novos leitos para pacientes com Covid-19

A Baixada Santista receberá 20 novos leitos para pacientes com Covid-19 do Estado de São Paulo. O governo estadual anunciou a medida,...