terça-feira, agosto 16, 2022
28.2 C
São Vicente
28.1 C
Santos
25.3 C
Peruíbe
28 C
Praia Grande
26.8 C
Itanhaém
27.9 C
Guarujá
27.8 C
Mongaguá
28 C
Bertioga

Quatro barragens são interditadas por falta de estabilidade pela Agência de Mineração

Leia mais

E se deixar item de metal no carregador sem fio do carro?

O que acontece se deixarmos objetos metálicos no carregador de celular por indução? Eles podem esquentar e, no...

Santos oferece mais de 130 vagas de emprego

Santos, está disponibilizando mais de 130 vagas de emprego, em diversas áreas. Destas, 124 oportunidades são em uma grande rede de restaurantes.

Após várias solicitações, faixas da via do Itararé são restauradas

Partindo das solicitações feitas pelo vereador Jhony Sasaki, após várias reclamações de munícipes, as faixas da Avenida Padre Manoel de Nóbrega e...

Butantan busca voluntários para testes da vacina da chikungunya

O Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com entidades como Instituto Autoimune, buscam recrutar 750 voluntários, em todo o Brasil, adolescentes de...

A Agência Nacional de Mineração (ANM) informou nesta quinta-feira (1º) que quatro barragens foram interditadas por falta de estabilidade: Labourrie, no município de Calçoene (AP), Lagoa do Pirocaua, em Godofredo Viana (MA), Bacia 07 Alto da Serra, em Corumbá (MS), e Barragem do Serginho, no município de Nossa Senhora do Livramento (MT).

Segundo a agência, o resultado veio com o fim, no dia 31 de março, da primeira campanha de 2021 de entrega da Declaração de Condição de Estabilidade (DCE). Trinta e nove barragens já estavam interditadas desde a última campanha, em setembro de 2020. Ao todo, são 43 barragens interditadas no Brasil por falta de estabilidade. De acordo com a ANM, o número de interdições vem decrescendo desde que o resultado da campanha foi divulgado.

A entrega da DCE é obrigatória para o funcionamento de todas as estruturas que fazem parte da Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB) e precisa ser feita em março e em setembro de cada ano.

Das 438 barragens atualmente inseridas na PNSB, 395 têm DCE atestando a estabilidade, 32 entregaram a declaração não atestando a estabilidade das estruturas e 11 não enviaram o documento no período legal, o que pressupõe não terem a estabilidade atestada. Essas últimas são automaticamente interditadas. Em setembro do ano passado, 45 barragens não cumpriram os quesitos de estabilidade.

A DCE é elaborada pela própria empresa e precisa ser enviado à Agência Nacional de Mineração duas vezes ao ano: em março, do dia 1º ao dia 31, e em setembro , do dia 1º ao dia 30. Na primeira etapa, quem declara a DCE e atesta a estabilidade é o empreendedor, que pode fazê-la na própria empresa ou contratar uma consultoria externa. Na segunda entrega, a empresa é obrigada a contratar uma consultoria externa.

Quando o empreendedor não entrega a DCE, o sistema gera automaticamente uma multa, e a barragem é interditada.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

E se deixar item de metal no carregador sem fio do carro?

O que acontece se deixarmos objetos metálicos no carregador de celular por indução? Eles podem esquentar e, no...

Santos oferece mais de 130 vagas de emprego

Santos, está disponibilizando mais de 130 vagas de emprego, em diversas áreas. Destas, 124 oportunidades são em uma grande rede de restaurantes.

Após várias solicitações, faixas da via do Itararé são restauradas

Partindo das solicitações feitas pelo vereador Jhony Sasaki, após várias reclamações de munícipes, as faixas da Avenida Padre Manoel de Nóbrega e...

Butantan busca voluntários para testes da vacina da chikungunya

O Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com entidades como Instituto Autoimune, buscam recrutar 750 voluntários, em todo o Brasil, adolescentes de...

Homem estimula órgão genital durante invasão em prédio para cometer crime em santos

Um homem foi flagrado se masturbando enquanto invadia um prédio e roubava uma bicicleta em Santos. A ação, foi registrada por uma...