segunda-feira, outubro 18, 2021
20.6 C
São Vicente
20.7 C
Santos
18.6 C
Peruíbe
20.6 C
Praia Grande
20.1 C
Itanhaém
20.7 C
Guarujá
20.2 C
Mongaguá
21.2 C
Bertioga

Mais uma festa clandestina é flagrada pela força-tarefa na capital paulista

Leia mais

‘Elas Fazem’ abre nova turma para capacitar mulheres na área da construção civil

Nova oportunidade de capacitação para mulheres na área da construção civil. O projeto "Elas Fazem", abre nova turma na área de pequenos...

Prefeitura de São Vicente oferece capacitação para preparação de vitrines de lojas

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e relações do Trabalho (Sedect), em parceria com o Senac/Sebrae disponibiliza o curso de Vitrinismo...

Ônibus intermunicipal é apedrejado em tentativa de assalto em Praia Grande

Na noite de sábado (16), um ônibus que operava na linha 934EX da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU),...

Otrantur não paga empresas que sublocam micro-ônibus e frota é paralisada em São Vicente

Na manhã desta segunda-feira (18), representantes de empresas que sublocam os micro-ônibus para a Otrantur, responsável pelo transporte público de São Vicente,...

A força-tarefa que fiscaliza o cumprimento do Plano São Paulo flagrou, na madrugada de hoje (11), mais uma festa clandestina e fechou quatro estabelecimentos na capital paulista. Todos estavam funcionando sem autorização, descumprindo as determinações da fase emergencial, que proíbe a abertura de comércio, e a formando aglomerações.

A festa clandestina ocorria no Tatuapé, na zona leste da capital. No mesmo bairro, a força-tarefa também interditou um bar e um salão de cabeleireiro, que realizavam atendimentos presenciais, suspensos durante a vigência da fase emergencial no estado.

Também foram autuados uma tabacaria no bairro do Butantã, na zona oeste da capital, e um bar na Freguesia do Ó, na zona norte. 

No total, a força-tarefa informou ter inspecionado dez estabelecimentos na capital paulista, sendo que quatro deles foram fechados, e 15 pessoas foram presas.

Desde o início do toque de restrição, em 26 de fevereiro, a Polícia Militar realizou 4,8 mil operações em todo o estado, que terminaram com a prisão de 4.478 pessoas. Nesse período, o Procon fez 6,6 mil fiscalizações, com 405 autuações.

Fase emergencial

Por causa da grande ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) em todo o estado, o governo paulista determinou, no dia 15 de março, o início da fase emergencial em São Paulo, que termina hoje (11). Nessa fase, cultos e cerimônias religiosas coletivas estão proibidas, aulas estão suspensas, comércio não essencial não pode funcionar de forma presencial e há um toque de recolher entre as 20h e 5h. Bares e restaurantes só podem funcionar por delivery. Retiradas no local também são proibidas.

Já a partir de amanhã (12), o estado volta para a Fase 1-vermelha do Plano São Paulo, onde somente serviços considerados essenciais podem funcionar. No entanto, algumas medidas tomadas na fase emergencial serão mantidas, como a proibição de cultos e cerimônias religiosas e a manutenção do toque de recolher. Já as aulas presenciais poderão ser retomadas nessa fase, mas sem obrigatoriedade e com limite de ocupação de 35%. Nessa fase, bares e restaurantes continuam proibidos de funcionar de forma presencial, mas podem funcionar por delivery e também por retirada no local.

Força-tarefa

A força-tarefa tem o objetivo de reforçar a fiscalização sobre o cumprimento das medidas restritivas que vigoram no estado para evitar a propagação do novo coronavírus (covid-19). Ela é composta por agentes da Guarda Civil Metropolitana e da Vigilância Sanitária (estadual e municipal), além do Procon e das Polícias Civil e Militar.

Qualquer pessoa pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais pelo telefone 0800-771-3541 e também no site do Procon ou pelo e-mail da Secretaria de Saúde, do Centro de Vigilância Sanitária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

‘Elas Fazem’ abre nova turma para capacitar mulheres na área da construção civil

Nova oportunidade de capacitação para mulheres na área da construção civil. O projeto "Elas Fazem", abre nova turma na área de pequenos...

Prefeitura de São Vicente oferece capacitação para preparação de vitrines de lojas

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e relações do Trabalho (Sedect), em parceria com o Senac/Sebrae disponibiliza o curso de Vitrinismo...

Ônibus intermunicipal é apedrejado em tentativa de assalto em Praia Grande

Na noite de sábado (16), um ônibus que operava na linha 934EX da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU),...

Otrantur não paga empresas que sublocam micro-ônibus e frota é paralisada em São Vicente

Na manhã desta segunda-feira (18), representantes de empresas que sublocam os micro-ônibus para a Otrantur, responsável pelo transporte público de São Vicente,...

PAT de São Vicente oferece 8 vagas de emprego

Nesta segunda-feira (18), o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), de São Vicente, na baixada santista oferece 8 novas oportunidades de...