quarta-feira, dezembro 1, 2021
25.6 C
São Vicente
25.5 C
Santos
26.3 C
Peruíbe
29.6 C
Praia Grande
25 C
Itanhaém
25.2 C
Guarujá
26.3 C
Mongaguá
25.3 C
Bertioga

Enfermeira relata dificuldade para ter atendimento médico em Santos

Leia mais

Itanhaém conta com reforço de 90 guarda-vidas para temporada de verão

A cidade de Itanhaém, no litoral de São Paulo, conta com mais 90 guarda-vidas temporários para atuarem nas praias da cidade durante...

Santos abre 60 vagas para curso voltado ao empreendedorismo

A Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo de Santos, na Baixada Santista, e o Sebrae abriram 60 vagas do curso Primeiros...

Centro Histórico de Santos terá primeira quadra pública de basquete

A Prefeitura de Santos, na Baixada Santista, irá inaugurar a primeira quadra pública de basquete 3x3, no Centro Histórico da cidade. O...

Empreenda Rápido: Praia Grande abre inscrições para cursos gratuitos

A Prefeitura Praia Grande, na Baixada Santista, abriu inscrições para cursos gratuitos de cupcakes e de tortas e quiches. Os cursos, com...

Uma enfermeira de Santos relatou problemas, e muita confusão, para conseguir marcar um simples exame de tomografia e sessões de fisioterapia durante esta semana no sistema de saúde do município. Viviane Martins sofreu um acidente no primeiro trimestre de 2021 e ainda vem se recuperando de trauma, mas precisará passar por uma série de procedimentos. De acordo com a Prefeitura de Santos, a Administração Municipal já esclareceu o ocorrido com a paciente e seu tratamento deverá ser retomado nos próximos dias.

Viviane afirma que seu acidente ocorreu em março e ela sofreu lesões em um dos braços e também em um dos tornozelos. Ela chegou a se dirigir até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste, onde foi atendida, e realizou um retorno dias depois.

Em abril, mais precisamente na última segunda-feira (19), ela chegou a ser atendida no Ambulatório de Especialidades (Ambesp) e, até então, todo o procedimento médico seguiu sem grandes problemas apesar da demora.

“Foi passando março, foi passando abril e decidi fazer uma queixa na Ouvidoria não na intenção de prejudicar ninguém, mas pelo sistema. Me retornaram quatro dias depois para uma consulta em 28 de abril, mas na quinta-feira passada ligaram e remarcaram pro dia 19, mas antes já haviam me ligado perguntando se eu tinha consulta pro dia 12, mas disseram que havia sido um engano”, afirma.

A consulta do dia 19 correu sem contratempos, mas o profissional que atendeu Viviane recomendou que ela marcasse e fosse submetida a um exame de tomografia o mais rapidamente possível, uma vez que para que ela se recuperasse da lesão, ela necessitaria de fisioterapia porque o arco do braço da enfermeira não estava mais se movimentando da maneira normal. Foi nesse momento que a situação da paciente começou a se complicar.

“Eu voltei para casa, e, pela primeira vez, consegui agendar tudo pelo telefone 0800 da Prefeitura de Santos. O rapaz que me atendeu me disse que minha fisioterapia estaria marcada para o dia 22 e um neurologista pro dia 30. Agradeci e até fiquei surpresa, mas passados alguns minutos me ligaram desmarcando a fisioterapia porque ela não teria sido marcada de maneira correta e disseram que não havia previsão. Uma hora eu consegui marcar e depois me ligaram desmarcando tudo e dizendo que havia uma fila de espera e eu teria que aguardar para que chegasse minha vez”, afirma.

Devido ao fato de que a situação de seu braço estava piorando e poderia chegar a um cenário irreversível, Viviane decidiu buscar ajuda de colegas de profissão e outros profissionais ligados ao setor da saúde.

Após ser contatado pela enfermeira, o Diário do Litoral entrou em contato com a Prefeitura de Santos durante a semana e foi informado que houve um equívoco ao marcar as sessões de fisioterapia da paciente antes do exame de tomografia ter sido aprovado e realizado. Por este motivo, a Secretaria de Saúde afirmou que teve que entrar em contato com ela para desmarcar o atendimento poucas horas depois de ter acertado as datas e horários com a paciente.

“A Secretaria de Saúde de Santos informa que a paciente Viviane Martins passou em consulta com ortopedista no Ambesp, Nelson Teixeira, no dia 19 de abril e possui um retorno agendado para o próximo dia 28. Devido à queixa de contusão no cotovelo direito, além de fisioterapia, o médico solicitou tomografia computadorizada, exame que deve preceder a fisioterapia. Por isso, a fisioterapia, que estava agendada na Seção de Recuperação e Fisioterapia (e não no Ambesp), foi desmarcada. Nesta terça-feira (20), a paciente levou ao Ambesp Nelson Teixeira a documentação necessária para o pedido da tomografia, cuja autorização deve ser dada nos próximos dias”, conclui a nota.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Itanhaém conta com reforço de 90 guarda-vidas para temporada de verão

A cidade de Itanhaém, no litoral de São Paulo, conta com mais 90 guarda-vidas temporários para atuarem nas praias da cidade durante...

Santos abre 60 vagas para curso voltado ao empreendedorismo

A Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo de Santos, na Baixada Santista, e o Sebrae abriram 60 vagas do curso Primeiros...

Centro Histórico de Santos terá primeira quadra pública de basquete

A Prefeitura de Santos, na Baixada Santista, irá inaugurar a primeira quadra pública de basquete 3x3, no Centro Histórico da cidade. O...

Empreenda Rápido: Praia Grande abre inscrições para cursos gratuitos

A Prefeitura Praia Grande, na Baixada Santista, abriu inscrições para cursos gratuitos de cupcakes e de tortas e quiches. Os cursos, com...

Carro passa atirando em vários Bairros da cidade, deixando três pessoas feridas

Munícipes de São Vicente, na Baixada Santista, passaram por momentos de medo e susto, por causa de ocupantes de um carro e...