quarta-feira, outubro 27, 2021
23 C
São Vicente
22.9 C
Santos
21.4 C
Peruíbe
23 C
Praia Grande
22.8 C
Itanhaém
22.8 C
Guarujá
23.1 C
Mongaguá
23 C
Bertioga

Governo Federal cria Coordenação de Proteção Animal e deve promover ações na Baixada Santista

Leia mais

Polícia apreende mais de 50 kg de cocaína em galpão em Praia Grande

Na tarde da última terça-feira (26), a Polícia Civil apreendeu mais de 53 kg de cocaína em um galpão, em Praia Grande,...

Fidifest: 7ª edição será online e começa nesta terça-feira

A 7ª edição do Fidifest - Festival Internacional de Dança teve início nesta última terça-feira (26), e pela primeira vez a programação...

O que é febre maculosa? Doença matou um policial militar

A morte de um policial por febre maculosa, doença transmitida pelo carrapato-estrela, comuns em capivaras e cavalos, foi confirmada nesta terça-feira (26)....

São Vicente oferece cursos gratuitos

A Prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista, disponibiliza 60 vagas para cursos de qualificação profissional de diferentes áreas. Os cursos são...

Representantes da Coordenação Nacional de Proteção e Defesa Animal do Governo Federal estiveram reunidos ontem (29) com autoridades da Baixada Santista. A pasta, recém inaugurada, demonstrou interesse em entender as demandas da região. Entre as pautas, foram discutidos temas como educação para a posse responsável, controle populacional, atenção básica veterinária.

O setor é ligado à Secretaria Nacional de Biodiversidade, do Ministério do Meio Ambiente, e terá a missão de implantar políticas públicas de Proteção e Defesa Animal. Para tanto, já promove uma pesquisa em todos os estados brasileiros para avaliar os programas em andamento, de forma a contribuir e implementar novas ações.

A deputada Rosana Valle reuniu pessoas da Região envolvidas com a causa animal, como o vereador Gustavo Palmieri, a ex-coordenadora da Codevida de Santos, Leila Abreu, que hoje atua em São Vicente, o deputado estadual Caio França (PSB), os vereadores Jhony Sasaki, Marcos Libório, Cícero Melo, entre outros.

Todos contribuíram com sugestões ao coordenador Bernardo Broetto e ao chefe de Gabinete da Secretaria de Bodiversidade, Douglas Rezende, que manterão este canal de diálogo via deputada Rosana Valle.

Eles informaram que o novo setor do Governo Federal acaba de ser criado e já recebeu dezenas de emendas de parlamentares para ajudar nos futuros programas. Ele ressaltou que o Estado de São Paulo, sobretudo Santos e a Baixada Santista, são referência nacional no tema, fato comprovado pelas pesquisas que está concluindo.

Outro ponto enfatizado pelos participantes, principalmente Leila Abreu, foi a formação de um cadastro único de cães e gatos em todo o País, que seriam identificados com microchips, que poderiam ser implantados nas campanhas de vacinação.

O deputado estadual Caio França sugeriu a inclusão do tratamento dado aos animais na pontuação que classifica as cidades com os selos Verde/Azul, que premia aspectos ambientais. Também foi ressaltada a atuação das entidades de resgate e acolhimento, que precisam de ajuda.

O vereador de São Vicente, Jhony Sasaki, destacou a importância de debates como este a nível regional. “A nossa região precisa desenvolver ações metropolitanas de forma mais concreta e eu espero que este encontro gere bons resultados. Estou confiante e me coloco a disposição para os próximos passos para os direitos dos animais”, destacou.

O vereador e militante da causa animal, Gustavo Palmieri, foi parabenizado pela criação, em São Vicente, da Unidade Básica de Saúde Animal (Ubasa), considerada um exemplo no aspecto de atenção veterinária. “Precisamos ampliar o atendimento na Ubasa”, afirmou Palmieri, que defendeu também uma séria ação de controle populacional por castração.

A deputada Rosana Valle pediu a criação de um Protocolo Nacional, incluindo estas e outras políticas públicas, de forma a garantir assistência aos animais, principalmente às famílias carentes que não têm condições financeiras de oferecer, por exemplo, veterinários aos seus pets. “Por isso promovi este encontro entre os envolvidos na causa e esta nova área do Governo. Temos que buscar atendimento a todos os animais”.

Os integrantes da Coordenação Nacional de Defesa e Proteção Animal agradeceram as contribuições para as políticas públicas a serem adotadas e defenderam a importância de uma campanha para a posse responsável, considerada medida de grande eficácia para reduzir os problemas que afetam os animais domésticos no País.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Polícia apreende mais de 50 kg de cocaína em galpão em Praia Grande

Na tarde da última terça-feira (26), a Polícia Civil apreendeu mais de 53 kg de cocaína em um galpão, em Praia Grande,...

Fidifest: 7ª edição será online e começa nesta terça-feira

A 7ª edição do Fidifest - Festival Internacional de Dança teve início nesta última terça-feira (26), e pela primeira vez a programação...

O que é febre maculosa? Doença matou um policial militar

A morte de um policial por febre maculosa, doença transmitida pelo carrapato-estrela, comuns em capivaras e cavalos, foi confirmada nesta terça-feira (26)....

São Vicente oferece cursos gratuitos

A Prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista, disponibiliza 60 vagas para cursos de qualificação profissional de diferentes áreas. Os cursos são...

Vereadores de São Vicente aprovam redutor de IPTU e desconto de 5% em cota única

Na terça-feira dia 26, um pedido de urgência na pautação do reajuste do IPTU, causou desconforto para os 15 vereadores da cidade...