domingo, outubro 24, 2021
19.1 C
São Vicente
19.1 C
Santos
18.8 C
Peruíbe
19.2 C
Praia Grande
19.4 C
Itanhaém
19.1 C
Guarujá
19.2 C
Mongaguá
18.7 C
Bertioga

Vômito de baleia pode valer até R$ 7 milhões

Leia mais

Por ano no país; morte violenta atinge 6,97 mil crianças e adolescentes

O Brasil teve uma média de 6,97 mil mortes violentas intencionais de crianças e adolescentes por ano nos últimos cinco anos. De...

IBGE aponta que 77,4% das novas empresas do Brasil não têm funcionários

Nesta sexta-feira (22), o IBGE divulgou, que maioria das empresas abertas no Brasil tem apenas sócio ou proprietário e não dispõe de...

Reajustes salariais em setembro ficam abaixo do INPC

O reajuste médio dos salários obtidos nas negociações em setembro ficou 1,9 ponto percentual abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor...

São Vicente não terá queima de fogos no Réveillon

Nesta sexta-feira (22), a prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista anunciou, que tradicional queima de fogos no Réveillon não será realizada...

Um pescador tailandês teve uma pescaria para lá de sortuda e que promete mudar sua vida para sempre. Um pedaço de “vômito de baleia”, de aproximadamente 30 kg, que pode valer até 1 milhão de libras, o equivalente a R$ 7 milhões.

O produto é considerado um tesouro marinho devido a um álcool inodoro extraído e muito usado pela indústria farmacêutica para fazer a fragrância do perfume durar mais. Um dos perfumes que utiliza o âmbar cinzento em sua composição é o francês Chanel Nº5.

Narong Phetcharaj, de 56 anos, relatou que voltava da pescaria quando, ao se aproximar da praia, viu algo branco flutuando no mar e sendo empurrado pela correnteza. Ao se aproximar percebeu que o objeto estranho poderia ser o raro vômito de baleia e que aquilo poderia lhe render um bom dinheiro.

Para comprovar que a substância se tratava do âmbar cinza, outro nome para o “vômito”, o pescador fez um teste simples: queimou um pedaço do caroço e, ao ver a substância se derreter rapidamente, teve o resultado esperado. Especialistas da Universidade Príncipe de Songkla avaliaram e os resultados provaram que a “grande pedra branca” era do vômito de baleia.

O âmbar cinza ou vômito de baleia é uma substância que se forma a partir de uma secreção do ducto biliar nos intestinos das cachalotes, uma espécie gigante de cetáceo. Ele pode ser encontrado flutuando no mar ou arrastado pela correnteza até as costas litorâneas.

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Por ano no país; morte violenta atinge 6,97 mil crianças e adolescentes

O Brasil teve uma média de 6,97 mil mortes violentas intencionais de crianças e adolescentes por ano nos últimos cinco anos. De...

IBGE aponta que 77,4% das novas empresas do Brasil não têm funcionários

Nesta sexta-feira (22), o IBGE divulgou, que maioria das empresas abertas no Brasil tem apenas sócio ou proprietário e não dispõe de...

Reajustes salariais em setembro ficam abaixo do INPC

O reajuste médio dos salários obtidos nas negociações em setembro ficou 1,9 ponto percentual abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor...

São Vicente não terá queima de fogos no Réveillon

Nesta sexta-feira (22), a prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista anunciou, que tradicional queima de fogos no Réveillon não será realizada...

Carga de cigarros contrabandeados estimada em R$ 2 milhões é apreendida

Na manhã desta sexta-feira (22), aproximadamente 400 mil maços de cigarros de origem estrangeira foram encontrados, dentro de um caminhão que trafegava...