terça-feira, agosto 16, 2022
28.2 C
São Vicente
28.1 C
Santos
25.3 C
Peruíbe
28 C
Praia Grande
26.8 C
Itanhaém
27.9 C
Guarujá
27.8 C
Mongaguá
28 C
Bertioga

Adiado o Carnaval de São Paulo em 2021

Leia mais

E se deixar item de metal no carregador sem fio do carro?

O que acontece se deixarmos objetos metálicos no carregador de celular por indução? Eles podem esquentar e, no...

Santos oferece mais de 130 vagas de emprego

Santos, está disponibilizando mais de 130 vagas de emprego, em diversas áreas. Destas, 124 oportunidades são em uma grande rede de restaurantes.

Após várias solicitações, faixas da via do Itararé são restauradas

Partindo das solicitações feitas pelo vereador Jhony Sasaki, após várias reclamações de munícipes, as faixas da Avenida Padre Manoel de Nóbrega e...

Butantan busca voluntários para testes da vacina da chikungunya

O Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com entidades como Instituto Autoimune, buscam recrutar 750 voluntários, em todo o Brasil, adolescentes de...
Equipe Baixada Na Redehttp://baixadanarede.com
Time de jornalistas e produtores de conteúdo. Baixada Na Rede

A Prefeitura de São Paulo decidiu adiar, em caráter oficial, os desfiles das escolas de samba e dos tradicionais blocos de rua para o ano de 2021. Tradicionalmente realizado em fevereiro ou março, a maior festa cultural brasileira ainda não possui data certa para ocorrer, mas deverá ser realizada a partir de maio do ano que vem.

O anúncio foi feito durante entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (24) pelo prefeito Bruno Covas e que contou com a presença de autoridades sanitárias além do governador João Doria. Apesar de ainda não existir uma data certa para que as festividades ocorram, o prefeito afirma que a possibilidade mais real é de que o carnaval seja realizado a partir de maio, mas não durante o mês de junho, devido às festividades de São João, no nordeste do País.

Integrantes de todas as escolas de samba da cidade acompanharam o anúncio, além de representantes da Liga das Escolas de Samba de São Paulo. No último dia 15, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que eventos como Réveilllon e Carnaval só poderiam acontecer após a criação da vacina contra a Covid-19.

“É a maior tragédia da história desse País em qualquer tempo. Não há nada a celebrar, não há nada a comemorar. E muita atenção àqueles que diante de um quadro como esse ainda querem fazer atividades festividades de Ano Novo ou de Carnaval. Nós não temos que celebrar nem Ano Novo, nem Carnaval diante de uma pandemia. Apenas com a vacina pronta e aplicada, e a imunização feita, é que podemos ter celebrações que fazem parte do calendário do País, mas neste momento, não”, disse Doria.

Covas afirma que o carnaval em 2020 gerou renda de mais de R$ 2 bilhões para a cidade, mas afirma que a celebração se tornou secundária frente ao número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, além dos mais de 80 mil óbitos em todo o País.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

E se deixar item de metal no carregador sem fio do carro?

O que acontece se deixarmos objetos metálicos no carregador de celular por indução? Eles podem esquentar e, no...

Santos oferece mais de 130 vagas de emprego

Santos, está disponibilizando mais de 130 vagas de emprego, em diversas áreas. Destas, 124 oportunidades são em uma grande rede de restaurantes.

Após várias solicitações, faixas da via do Itararé são restauradas

Partindo das solicitações feitas pelo vereador Jhony Sasaki, após várias reclamações de munícipes, as faixas da Avenida Padre Manoel de Nóbrega e...

Butantan busca voluntários para testes da vacina da chikungunya

O Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com entidades como Instituto Autoimune, buscam recrutar 750 voluntários, em todo o Brasil, adolescentes de...

Homem estimula órgão genital durante invasão em prédio para cometer crime em santos

Um homem foi flagrado se masturbando enquanto invadia um prédio e roubava uma bicicleta em Santos. A ação, foi registrada por uma...