quarta-feira, outubro 27, 2021
23 C
São Vicente
22.9 C
Santos
21.4 C
Peruíbe
23 C
Praia Grande
22.8 C
Itanhaém
22.8 C
Guarujá
23.1 C
Mongaguá
23 C
Bertioga

Doria diz que Butantã entregará doses da Coronavac ao Ministério ‘imediatamente’ após aval da Anvisa

Leia mais

Polícia apreende mais de 50 kg de cocaína em galpão em Praia Grande

Na tarde da última terça-feira (26), a Polícia Civil apreendeu mais de 53 kg de cocaína em um galpão, em Praia Grande,...

Fidifest: 7ª edição será online e começa nesta terça-feira

A 7ª edição do Fidifest - Festival Internacional de Dança teve início nesta última terça-feira (26), e pela primeira vez a programação...

O que é febre maculosa? Doença matou um policial militar

A morte de um policial por febre maculosa, doença transmitida pelo carrapato-estrela, comuns em capivaras e cavalos, foi confirmada nesta terça-feira (26)....

São Vicente oferece cursos gratuitos

A Prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista, disponibiliza 60 vagas para cursos de qualificação profissional de diferentes áreas. Os cursos são...

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), determinou neste domingo, 17, que o Instituto Butantã entregue as doses da vacina Coronavac ao Ministério da Saúde“imediatamente” após a aprovação de uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O órgão regulador realiza na tarde deste domingo, 17, a votação final para determinar o aval ao imunizante.

“O Brasil tem pressa para salvar vidas”, escreveu Doria, nas redes sociais. Ele acompanha a reunião da Anvisa no Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde pretende começar a vacinação em profissionais de saúde assim que a aprovação pela Anvisa for confirmada. Nesta tarde, foi confirmado que a primeira pessoa a receber o imunizante do Butantã será a enfermeira negra Mônica Calazans, que há oito meses trabalha na linha de frente do combate ao coronavírus no hospital Emílio Ribas.

A solicitação de doses representa uma mudança de discurso de Bolsonaro em relação à Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantã e o laboratório chinês Sinovac. Ao longo da pandemia, ele questionou a origem do produto, colocou em dúvida a segurança do imunizante e chegou a comemorar a interrupção dos testes da Coronavac nas redes sociais. Ele e Doria são rivais políticos e Bolsonaro acredita que o governador paulista será seu adversário nas eleições presidenciais de 2022. 

Reportagem Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Polícia apreende mais de 50 kg de cocaína em galpão em Praia Grande

Na tarde da última terça-feira (26), a Polícia Civil apreendeu mais de 53 kg de cocaína em um galpão, em Praia Grande,...

Fidifest: 7ª edição será online e começa nesta terça-feira

A 7ª edição do Fidifest - Festival Internacional de Dança teve início nesta última terça-feira (26), e pela primeira vez a programação...

O que é febre maculosa? Doença matou um policial militar

A morte de um policial por febre maculosa, doença transmitida pelo carrapato-estrela, comuns em capivaras e cavalos, foi confirmada nesta terça-feira (26)....

São Vicente oferece cursos gratuitos

A Prefeitura de São Vicente, na Baixada Santista, disponibiliza 60 vagas para cursos de qualificação profissional de diferentes áreas. Os cursos são...

Vereadores de São Vicente aprovam redutor de IPTU e desconto de 5% em cota única

Na terça-feira dia 26, um pedido de urgência na pautação do reajuste do IPTU, causou desconforto para os 15 vereadores da cidade...