segunda-feira, setembro 20, 2021
25.9 C
São Vicente
25.4 C
Santos
21.8 C
Peruíbe
26 C
Praia Grande
25 C
Itanhaém
25.2 C
Guarujá
27.2 C
Mongaguá
25.3 C
Bertioga

Instagram: Venda de selo de verificação pode dar cadeia

Leia mais

Praia Grande: Mulheres são presas por furtar mais de R$ 13 mil em itens de lojas de shopping

Na noite do último sábado (18), duas mulheres, foram presas em flagrante por suspeita de furtar três lojas de um shopping em...

Homem é flagrado implorando por emprego em semáforo de Praia Grande,SP

O bacharel em Direito Rogério de Souza Estrada, de 51 anos, vive há um ano e meio em situação de desemprego. Morador...

Cantor Latino faz post e troca nome das cidades da baixada santista

O cantor Latino, virou alvo de chacota na internet por conta de um post feito em uma rede social. Durante passeio na...

Operação contra esquema de jogos de azar é realizada na Baixada Santista

Na manhã desta segunda-feira (20), uma operação foi realizada pela Equipe da Polícia Militar e do Grupo de Atuação Especial de Combate...

Alcançar o selo de verificação no Facebook ou Instagram é o sonho de muitos influenciadores digitais e personalidades da internet. Isso porque corresponde a um status virtual que dá, não só visibilidade ao perfil, como pode gerar parcerias e acordos comerciais para a pessoa verificada.

Diante de tantos benefícios que o selo pode trazer, empresas passaram a oferecer o serviço como um produto a ser adquirido por um valor específico, porém, o que muita gente não sabe é que a venda, além de ser uma falsa promessa, pode ser uma prática criminosa.

“Os selos são benefícios que as plataformas digitais oferecem aos usuários, e se nem elas os vendem, como alguém pode vender algo que não é seu?”, questionou a advogada especialista em cibercrimes, Lorrana Gomes. “Não se trata de uma venda, e sim, uma conquista. Uma pessoa ou empresa que pedir um valor em troca desse selo pode estar cometendo crime de estelionato”, alerta.

Segundo a especialista, a prática de estelionato tem pena prevista de 1 a 5 anos de reclusão.

“O serviço que pode ser oferecido é o de facilitar a obtenção do selo, como criar um perfil relevante na internet, ajudar a construir a imagem, prestar serviços de assessoria e consultoria, entre outros”, completa.

Fonte: Santa Portal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Praia Grande: Mulheres são presas por furtar mais de R$ 13 mil em itens de lojas de shopping

Na noite do último sábado (18), duas mulheres, foram presas em flagrante por suspeita de furtar três lojas de um shopping em...

Homem é flagrado implorando por emprego em semáforo de Praia Grande,SP

O bacharel em Direito Rogério de Souza Estrada, de 51 anos, vive há um ano e meio em situação de desemprego. Morador...

Cantor Latino faz post e troca nome das cidades da baixada santista

O cantor Latino, virou alvo de chacota na internet por conta de um post feito em uma rede social. Durante passeio na...

Operação contra esquema de jogos de azar é realizada na Baixada Santista

Na manhã desta segunda-feira (20), uma operação foi realizada pela Equipe da Polícia Militar e do Grupo de Atuação Especial de Combate...

Prefeito de Guarujá reassume cargo nesta segunda-feira (20)

Nesta segunda-feira (20), o prefeito de Guarujá, na baixada santista, Válter Súman (PSDB), retornou ao cargo, após a Justiça conceder sua liberdade provisória....