terça-feira, agosto 16, 2022
28.2 C
São Vicente
28.1 C
Santos
25.3 C
Peruíbe
28 C
Praia Grande
26.8 C
Itanhaém
27.9 C
Guarujá
27.8 C
Mongaguá
28 C
Bertioga

Valor médio de auxílio emergencial será de R$ 250, diz Guedes

Leia mais

E se deixar item de metal no carregador sem fio do carro?

O que acontece se deixarmos objetos metálicos no carregador de celular por indução? Eles podem esquentar e, no...

Santos oferece mais de 130 vagas de emprego

Santos, está disponibilizando mais de 130 vagas de emprego, em diversas áreas. Destas, 124 oportunidades são em uma grande rede de restaurantes.

Após várias solicitações, faixas da via do Itararé são restauradas

Partindo das solicitações feitas pelo vereador Jhony Sasaki, após várias reclamações de munícipes, as faixas da Avenida Padre Manoel de Nóbrega e...

Butantan busca voluntários para testes da vacina da chikungunya

O Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com entidades como Instituto Autoimune, buscam recrutar 750 voluntários, em todo o Brasil, adolescentes de...

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (8) que o valor médio do novo auxílio emergencial deve ser de R$ 250 por pessoa. A declaração foi dada em entrevista à imprensa no Palácio do Planalto, após reunião com o presidente Jair Bolsonaro para tratar da compra da vacinas contra covid-19. “É vacina, e justamente manter a economia em movimento, esta é a prioridade do governo”, disse.

A expectativa é que o valor comece a ser pago ainda neste mês, com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 186/2019, a chamada PEC Emergencial. O texto possibilita o pagamento do auxílio com créditos extraordinários sem ferir o teto de gastos públicos.

De acordo com Guedes, a decisão sobre a amplitude do auxílio emergencial é do Ministério da Cidadania. “Nós [Ministério da Economia] só fornecemos os parâmetros básicos”, disse o ministro. Segundo ele, o valor para mulher chefe de família monoparental deve ser de R$ 375 e, no caso de homem, de R$ 175. “Se for casal, já são R$ 250”, informou.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Tiveram direito aos repasses, obedecendo a uma série de critérios econômicos e sociais, integrantes do Bolsa Família, cidadãos incluídos no Cadastro Único (CadÚnico), além de trabalhadores informais, contribuintes individuais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e microempreendedores individuais que solicitaram o benefício por meio de plataformas digitais ou aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Agencia Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

E se deixar item de metal no carregador sem fio do carro?

O que acontece se deixarmos objetos metálicos no carregador de celular por indução? Eles podem esquentar e, no...

Santos oferece mais de 130 vagas de emprego

Santos, está disponibilizando mais de 130 vagas de emprego, em diversas áreas. Destas, 124 oportunidades são em uma grande rede de restaurantes.

Após várias solicitações, faixas da via do Itararé são restauradas

Partindo das solicitações feitas pelo vereador Jhony Sasaki, após várias reclamações de munícipes, as faixas da Avenida Padre Manoel de Nóbrega e...

Butantan busca voluntários para testes da vacina da chikungunya

O Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com entidades como Instituto Autoimune, buscam recrutar 750 voluntários, em todo o Brasil, adolescentes de...

Homem estimula órgão genital durante invasão em prédio para cometer crime em santos

Um homem foi flagrado se masturbando enquanto invadia um prédio e roubava uma bicicleta em Santos. A ação, foi registrada por uma...