sexta-feira, maio 7, 2021
22.2 C
São Vicente
22.2 C
Santos
20.4 C
Peruíbe
22.2 C
Praia Grande
20.1 C
Itanhaém
22.2 C
Guarujá
19.8 C
Mongaguá
22.2 C
Bertioga

Câmara aprova projeto de lei que amplia doenças rastreadas pelo teste do pezinho

Leia mais

Covid-19: Praia Grande vacinará neste sábado trabalhadores da área da saúde

Praia Grande realizará neste sábado (8), fornecerá a imunização contra o covid-19 aos trabalhadores da área da saúde. A aplicação será realizada...

Bom Prato homenageia as Mães com cardápio Especial

Nesta sexta-feira (7), em homenagem ao Dia das Mães, o Bom Prato oferecerá cardápio especial no almoço, em todas as unidades espalhada...

São Vicente pode contar com nove profissionais do Programa mais Médicos

Após muitas denuncias feitas pela população, sobre a escassez de médicos nas UBS (Unidade Básica de Saúde) e PSF (Programa de Saúde...

Trânsito: Campanha maio amarelo em São Vicente

Em busca de um trânsito mais seguro, a Secretaria de trânsito e transporte (SETRANS), realiza neste mês a campanha maio amarelo.Com...

Nesta terça-feira (23), a Câmara aprovou um projeto de lei (PL) que amplia o número de doenças rastreadas pelo teste do pezinho, realizado com a coleta de gotas de sangue dos pés do recém-nascido. O texto segue para análise do Senado.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) realiza um teste que engloba seis doenças. Pelo projeto, o exame passará a englobar 14 grupos de doenças de forma escalonada. O prazo para inclusão do rastreamento das novas doenças será fixado pelo Ministério da Saúde. As mudanças propostas pelo texto entrarão em vigor 365 dias após sua publicação.

Na primeira etapa de implementação, o teste do pezinho continuará detectando as seis doenças que são feitas no teste atualmente, ampliando para o teste de outras relacionadas ao excesso de fenilalanina e de patologias relacionadas à hemoglobina (hemoglobinopatias), além de incluir os diagnósticos para toxoplasmose congênita.

Em uma segunda etapa, serão acrescentadas as testagens para galactosemias; aminoacidopatias; distúrbios do ciclo da uréia; e distúrbios da beta oxidação dos ácidos graxos (deficiência para transformar certos tipos de gorduras em energia).

Para a etapa 3, ficam as doenças lisossômicas (afeta o funcionamento celular); na etapa 4, as imunodeficiências primárias (problemas genéticos no sistema imunológico); e na etapa 5 será testada a atrofia muscular espinhal (degeneração e perda de neurônios da medula da espinha e do tronco cerebral, resultando em fraqueza muscular progressiva e atrofia).

O projeto também prevê que, durante os atendimentos de pré-natal e de trabalho de parte, que os profissionais de saúde devem informar à gestante e aos acompanhantes sobre a importância do teste do pezinho e sobre eventuais diferenças existentes entre as modalidades oferecidas no SUS e na rede privada de saúde.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Covid-19: Praia Grande vacinará neste sábado trabalhadores da área da saúde

Praia Grande realizará neste sábado (8), fornecerá a imunização contra o covid-19 aos trabalhadores da área da saúde. A aplicação será realizada...

Bom Prato homenageia as Mães com cardápio Especial

Nesta sexta-feira (7), em homenagem ao Dia das Mães, o Bom Prato oferecerá cardápio especial no almoço, em todas as unidades espalhada...

São Vicente pode contar com nove profissionais do Programa mais Médicos

Após muitas denuncias feitas pela população, sobre a escassez de médicos nas UBS (Unidade Básica de Saúde) e PSF (Programa de Saúde...

Trânsito: Campanha maio amarelo em São Vicente

Em busca de um trânsito mais seguro, a Secretaria de trânsito e transporte (SETRANS), realiza neste mês a campanha maio amarelo.Com...

Munícipes se revoltam com acampamento feito por moradores em situação de rua

Pessoas em situação de rua, armam acampamento embaixo de viaduto no bairro explanada do barreiros, isso está causando desconforto e transtornos aos...