sábado, maio 28, 2022
20.6 C
São Vicente
20.5 C
Santos
19 C
Peruíbe
20.5 C
Praia Grande
19.5 C
Itanhaém
20.5 C
Guarujá
20.4 C
Mongaguá
20.6 C
Bertioga

Motociclista que caiu no mar durante travessia de balsas será indenizado

Leia mais

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

O motociclista que caiu no mar ao tentar acessar uma das balsas que fazia a travessia entre Guarujá e Santos, na baixada santista, deverá ser indenizado em R$ 12 mil pelo Departamento Hidroviário. A decisão veio pelo Tribuna de Justiça de São Paulo (TJ-SP). O caso ocorreu em dezembro de 2017. Porém, o DH ainda pode recorrer da decisão.

Na época, informaram que a rampa de acesso, que liga o atracadouro à balsa, não foi recolhida e a cancela, que libera a passagem das motos, não foi fechada quando a balsa partiu do atracadouro em Guarujá.

O motociclista foi resgatado com uma boia, mas não conseguiram alcançar a moto. Após o acidente, ele entrou com uma ação pedindo indenização por danos morais contra o Departamento Hidroviário (DH), que administra a travessia de balsas. No processo, a empresa argumentou que a culpa pelo acidente era exclusiva do motociclista e que não havia indícios de irregularidade praticada pelo DH.

O juiz Leonardo Grecco, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Santos, concluiu que o acidente se deu em razão direta das ações tomadas pelo mestre de navegação, no momento da desatracação da embarcação, apontando também o administrativo.

No dia do acidente, o mestre de navegação interrompeu o embarque de motociclistas devido à passagem de um navio pelo canal. Depois, ele reabriu o embarque mas, antes que outro navio pudesse vir a interromper a operação novamente, o profissional decidiu desatracar a balsa e realizar a travessia antes do previsto.

O magistrado condenou o DH a indenizar o motociclista em R$ 12 mil. O DH ainda pode recorrer da decisão. 

Fonte: G1 Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Projeto ‘É Hora de Arte’ retorna em Praia Grande 

O projeto É Hora de Arte retorna para a Baixada Santista, com oficinas gratuitas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7...

Motorista de aplicativo tenta dopá jovem durante corrida em Santos

Uma jovem alega que um motorista de aplicativo em Santos, na Baixada Santista, tentou dopá-la durante uma corrida. A vítima conta que,...

A partir de julho os quiosques do Gonzaguinha serão transferidos para o Itararé em São Vicente, SP 

Os quiosques da praia do Gonzaguinha serão transferidos para unidades da Praia do Itararé em São Vicente, na Baixada Santista. A medida foi...

Polícia localiza barraco do crime em Santos

A Polícia Civil em Santos, na Baixada Santista, localizou um barraco usado para preparo e estoque de drogas. Além das drogas, anotações...

26 de maio, Dia de Concientização Nacional do Glaucoma

Com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a doença que é a segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo -...