sábado, novembro 5, 2022
20 C
São Vicente
19.9 C
Santos
16.6 C
Peruíbe
20 C
Praia Grande
17.9 C
Itanhaém
19.9 C
Guarujá
19.8 C
Mongaguá
20 C
Bertioga

Otrantur não paga empresas que sublocam micro-ônibus e frota é paralisada em São Vicente

Leia mais

Tutora de labradora com câncer na pata vende camisetas para custear tratamento de R$ 20 mil

Foi um susto para Thaís Câmara, de 27 anos, tutora da labradora de apenas dois anos, diagnosticada com sarcoma (tumor maligno) na...

Suspeito de estar envolvido na morte de PM em feira livre é preso em São Vicente, SP

Um criminoso envolvido na morte do policial militar Amável Pinheiro Correa, de 71 anos, foi preso em uma comunidade de São Vicente, na...

Por falta de manutenção, cobertura do Deck do Pescador desaba em São Vicente

A cobertura do Deck do Pescador desabou em São Vicente. O acidente ocorreu após uma pequena fogueira que foi montada na estrutura....

Avião da FAB que desapareceu é encontrado totalmente destruído; dois ocupantes morreram

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que estava sumido em Santa Catarina foi encontrado neste sábado (5) em uma área de mata de Canelinha,...

Na manhã desta segunda-feira (18), representantes de empresas que sublocam os micro-ônibus para a Otrantur, responsável pelo transporte público de São Vicente, na baixada santista, fizeram uma manifestação em frente a garagem da companhia. Paralisando 70% de toda a frota por causa do atraso no pagamento dos serviços prestados.

Os sócios-representantes das empresas se reuniram, para pedir que o pagamento, previsto em contrato firmado por meio de licitação, fosse cumprido. Um deles, que preferiu não ser identificado, disse que a empresa está pagando somente 50% do valor mensal.

Por volta das 8h20, um acordo foi estabelecido entre a Otrantur e os sócios-representantes das empresas. A Otrantur irá pagar os valores atrasados em dez parcelas semanais. Além disso, nos próximos meses, a empresa deve pagar o valor integral mensal, firmado em contrato. “Caso eles não cumpram, vamos paralisar a empresa de novo”, explica um dos sócios-investidores.

A Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans), informou que os veículos já operam normalmente, após a negociação da concessionária com representantes da manifestação, no qual um acordo foi firmado, e a empresa se comprometeu a pagar os valores.

Fonte: G1 Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Tutora de labradora com câncer na pata vende camisetas para custear tratamento de R$ 20 mil

Foi um susto para Thaís Câmara, de 27 anos, tutora da labradora de apenas dois anos, diagnosticada com sarcoma (tumor maligno) na...

Suspeito de estar envolvido na morte de PM em feira livre é preso em São Vicente, SP

Um criminoso envolvido na morte do policial militar Amável Pinheiro Correa, de 71 anos, foi preso em uma comunidade de São Vicente, na...

Por falta de manutenção, cobertura do Deck do Pescador desaba em São Vicente

A cobertura do Deck do Pescador desabou em São Vicente. O acidente ocorreu após uma pequena fogueira que foi montada na estrutura....

Avião da FAB que desapareceu é encontrado totalmente destruído; dois ocupantes morreram

O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que estava sumido em Santa Catarina foi encontrado neste sábado (5) em uma área de mata de Canelinha,...

Incêndio em boate mata 13 pessoas

Um incêndio em uma boate na cidade russa de Kostroma, deixa pelo menos 13 pessoas mortas. O fogo...