domingo, maio 22, 2022
19 C
São Vicente
19 C
Santos
20.9 C
Peruíbe
19 C
Praia Grande
20.6 C
Itanhaém
18.9 C
Guarujá
18.8 C
Mongaguá
19 C
Bertioga

Materiais escolares podem chegar até 30% mais caros em 2022

Leia mais

Moedas antigas em sua casa podem valer um bom dinheiro

Muitos não sabem, mas existem moedas antigas que valem dinheiro. Alguns fatores como tiragem limitada ou erros que tiraram as moedas de circulação, as...

Pousada abriga moradores de rua do frio intenso em São Vicente

A Pousada Praia de São Vicente está promovendo uma ação social muito importante abrigando temporariamente pessoas em situação de rua do frio...

Praia de Guarujá terá iluminação apagada diariamente a partir da 1h da manhã

A Prefeitura de Guarujá decidiu apagar as luzes da faixa de areia da Praia das Astúrias diariamente a partir da 1h da manhã....

UBSs de São Vicente passam a atender aos sábados até final de maio

Os moradores de São Vicente, terão atendimento nas unidades de saúde públicas aos sábado, até o dia 28 de maio. O objetivo...

Falta poucos dias para o início de 2022 e com ele todas as despesas de começo do ano. E quem tem filhos na escola tem uma conta a mais: a compra do material escolar, que vai acompanhar a inflação e a alta do dólar. Segundo a Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (ABFIAE), o aumento pode chegar a 30%.

“Para 2022, os materiais escolares terá reajustes elevados, variando de 15% a 30%, em média”, afirmou o o presidente executivo da ABFIAE, Sidnei Bergamaschi.

De acordo com entidade, as indústrias e os importadores estão sofrendo esse ano um grande aumento de custos. “São aumentos elevados e frequentes nas diversas matérias-primas. Para os produtos importados, os principais impactos são a variação do dólar no Brasil, os aumentos de custos na Ásia e a elevação dos preços de fretes internacionais, decorrente da falta de containers. Além disso, as medidas antidumping para importações de lápis da China, adotadas pelo governo brasileiro este ano, aumentaram os custos na categoria de lápis”, observou Bergamaschi.

O executivo afirmou que nenhum produto escapará da alta de preços. E mesmo os produtos nacionais não terão tanta procura, por falta de opções. “Pode ocorrer alguma migração de volume de produtos importados para nacionais, mas em pequena escala. Para a maioria dos produtos atualmente importados, as opções de fornecimento nacional são pequenas”.

Este ano foi marcado por aulas híbridas em diversos estados, e com isso muitos estudantes reaproveitaram materiais escolares de 2020. Com o avanço da vacinação e a volta às aulas totalmente presencial, pelo menos na Educação Básica, a expectativa da entidade para 2022 é cautela.

Apesar de existir uma boa expectativa com o retorno das aulas presenciais em 2022, os comerciantes do setor de papelaria estão cautelosos, pois sofreram muito em 2021, quando não teve volta às aulas, muitas empresas estão em dificuldades financeiras e outras encerraram as suas atividades. Além disso, a degradação dos índices econômicos – dólar elevado, inflação em alta, desemprego e baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), põe em risco os resultados para o segmento.

Com os preços nas alturas, o jeito é buscar alternativas para economizar, explica o economista Sérgio Tavares. “Em primeiro lugar, é importante pesquisar bastante os preços, seja em lojas de rua, nos shopping centers e lojas online. Os preços costumam oscilar muito e dado o volume de itens a serem comprados, a economia pode ser boa para quem tem organização e disciplina neste sentido”.

Outra forma de economizar é conversar com outros pais, seja através de grupos e fazer compras conjuntas em livrarias, editoras e no atacado. Isso aumenta a probabilidade de conseguir preços menores.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Moedas antigas em sua casa podem valer um bom dinheiro

Muitos não sabem, mas existem moedas antigas que valem dinheiro. Alguns fatores como tiragem limitada ou erros que tiraram as moedas de circulação, as...

Pousada abriga moradores de rua do frio intenso em São Vicente

A Pousada Praia de São Vicente está promovendo uma ação social muito importante abrigando temporariamente pessoas em situação de rua do frio...

Praia de Guarujá terá iluminação apagada diariamente a partir da 1h da manhã

A Prefeitura de Guarujá decidiu apagar as luzes da faixa de areia da Praia das Astúrias diariamente a partir da 1h da manhã....

UBSs de São Vicente passam a atender aos sábados até final de maio

Os moradores de São Vicente, terão atendimento nas unidades de saúde públicas aos sábado, até o dia 28 de maio. O objetivo...

Homem usa barras da praia para fazer ‘pole dance’ 

Em uma barra fixa instalada na Praia da Enseada, no Centro de Bertioga, um homem resolveu inovar ao se exercitar. Em imagens...