sábado, novembro 5, 2022
17.4 C
São Vicente
17.3 C
Santos
15.8 C
Peruíbe
17.4 C
Praia Grande
16.9 C
Itanhaém
18.3 C
Guarujá
16.8 C
Mongaguá
17.9 C
Bertioga

Mulher denuncia e posta foto de agressão de namorado em São Vicente

Leia mais

Rebeca Andrade é campeã mundial de ginástica

Rebeca Andrade provou ser o maior nome da ginástica brasileira na atualidade, conquistando o título do individual geral do Mundial de Ginástica...

Polícia Civil e MP investigam desvios de verba da educação em Santos e São Vicente

A 1ª Delegacia de Investigações Gerais da (DEIC) de Santos, com o apoio de promotores de Justiça do Gaeco do Ministério Público...

Mãe de adolescente flagrado dirigindo carro em rodovia responderá por crime de trânsito

Um adolescente de 15 anos foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária dirigindo um carro pela rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), na...

Criminosos se identificam como parente de moradora e tentam invadir apartamento 

Um casal se passou como parente de uma idosa para invadir um prédio, em Santos, na Baixada Santista, e tentaram arrombar a porta...
Equipe Baixada Na Redehttp://baixadanarede.com
Time de jornalistas e produtores de conteúdo. Baixada Na Rede

DRAMA – Uma mulher de 25 anos fez uma corajosa postagem em suas redes sociais, contando e mostrando em fotos ter sido agredida pelo namorado em São Vicente no último domingo. “Não sei por onde começar, como começar, o que falar e nem o que pensar. Nunca fui de me expor em rede social, porém agora não dá mais pra ficar calada. Vivi em um relacionamento abusivo e machista esses últimos meses. Sempre vivia com medo do que falar, do que fazer e com quem eu podia falar. Já fui xingada de vagabunda, já fui insultada inúmeras vezes, sempre gritando e sendo rude comigo, passei por traição e falta de respeito dentro do meu relacionamento. Por que eu vivi tudo isso? Infelizmente sempre fui “acreditada no amor” e vivia sendo manipulada, com desculpas e com chantagens emocionais. Só que agora não tem como ficar calada. Eu nunca passei por uma situação de ser agredida por um homem ou nunca presenciei com alguém próximo”, diz a moça, no início do texto.

Ela conta que estava com o então namorado e alguns amigos dele, mas na hora de ir embora houve uma discussão dentro do automóvel. “Fiquei nervosa com a gritaria do indivíduo e perdi o controle do carro. Para desviar do poste, acabei subindo na calçada, destruí todinha a porta do motorista e ele disse que fiz de propósito”. Na sequência, segundo a moça, o rapaz saiu do automóvel e levou a chave, obrigando a moça a empurrar o carro para tirá-lo do meio da rua. As cenas de violência, então, começam.

“Assim que ele voltou no local, supliquei para ele não me abandonar lá porque estava nervosa e nao queria mais continuar brigando. Agarrei-o para que não me deixasse sozinha lá e nisso ele pediu para que o soltasse. Na mesma hora, ele prendeu a minha respiração falando que ia me desmaiar porque eu estava irritando ele. Mordi o dedo dele para que ele parasse de tentar me desmaiar e me soltasse. Ai ele começou a me espancar”, detalha a moça, que pediu ajuda à polícia que passava pelo local naquele momento. “Uma policial mulher ajudou para que eu me acalmasse e me orientou sobre o boletim de ocorrência. Fui parar no pronto socorro do CREI (Hospital Municipal de São Vicente) para fazer raio X do meu rosto e, em seguida, parei na delegacia, onde o próprio policial falou para o meu pai e para o meu irmão, que já estavam lá, que eu não queria fazer o B.O porque amanhã eu iria voltar com ele”, afirma.

A moça conta que, no momento da situação, perguntaram a ela se queria fazer o boletim de ocorrência, mas não soube responder porque não conseguia parar de chorar em função da ansiedade. “Fiquei em estado de choque porque eu jamais pensei que um dia ia passar por esta situação. Uma única policial me acalmou nesse momento e consegui entender o que estava acontecendo. E é obvio que eu quero fazer B.O e o que for preciso para evitar que um verme desse continue a bater em outras”, completa.

Foto:rede social

Na Delegacia de São Vicente, segundo a moça, o registro foi de agressão mútua e só teriam ouvido a versão do agressor e da testemunha, amigo dele. “A minha ninguém escutou. Apenas assinei o B.O. e, no momento, não pensei no que poderia estar assinando. E ele saiu pela mesma porta que eu saí. Só hoje (terça-feira) que fui procurar meus direitos na Delegacia da Mulher. Lá eles escutaram o meu depoimento e fizeram um adendo no boletim com a minha versão. Deveria ter deixado que ele me desmaiasse. Era mais fácil deixar a covardia de um homem usar a força maior em cima de uma mulher”, detalha.

No final do texto, ela fala do desejo de justiça em nome dela e de todas as mulheres que sofrem violência e vivem relacionamento abusivo. “Eu tive que passar por isso para entender que a mulher nunca tem voz e muito menos força. Até quando nós, mulheres, vamos passar por isso?”, afirma.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública disse:

“O caso é investigado pela DDM de São Vicente. Ambas as partes foram ouvidas na segunda-feira (20), durante o registro da ocorrência na delegacia da cidade e encaminhados para exames periciais para constatar as lesões. No dia seguinte os fatos, a mulher foi ouvida novamente e solicitou medidas protetivas de urgência, que aguardam decisão judicial.”

Fonte:santaportal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Rebeca Andrade é campeã mundial de ginástica

Rebeca Andrade provou ser o maior nome da ginástica brasileira na atualidade, conquistando o título do individual geral do Mundial de Ginástica...

Polícia Civil e MP investigam desvios de verba da educação em Santos e São Vicente

A 1ª Delegacia de Investigações Gerais da (DEIC) de Santos, com o apoio de promotores de Justiça do Gaeco do Ministério Público...

Mãe de adolescente flagrado dirigindo carro em rodovia responderá por crime de trânsito

Um adolescente de 15 anos foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária dirigindo um carro pela rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), na...

Criminosos se identificam como parente de moradora e tentam invadir apartamento 

Um casal se passou como parente de uma idosa para invadir um prédio, em Santos, na Baixada Santista, e tentaram arrombar a porta...

Menina morre afogada em caixa d’água improvisada de piscina em SV

Uma jovem de 15 anos morreu na tarde do último sábado (29)após se afogar em uma caixa d'água improvisada como piscina no...