quarta-feira, setembro 22, 2021
20.3 C
São Vicente
20.2 C
Santos
18.4 C
Peruíbe
20.3 C
Praia Grande
21.1 C
Itanhaém
19.4 C
Guarujá
18.9 C
Mongaguá
19.5 C
Bertioga

‘Caixa 2 sempre foi a alma do sistema eleitoral brasileiro’, diz João Santana

Leia mais

Após descumprir medida protetiva e agredir ex-companheira; homem é preso em Juquiá, SP

Na última segunda-feira (20), um homem de 37 anos foi preso após descumprir diversas vezes uma medida protetiva em favor da ex-companheira...

PF realiza operação contra fraude na montagem de hospitais de campanha

Nesta terça-feira (21), a Polícia Federal (PF) realiza uma operação para investigar fraudes na montagem de hospitais de campanha. Estão sendo cumpridos...

Cadeirantes ocupam vagas de estacionamento em São Vicente em ação no Dia de Luta da Pessoa com Deficiência

Nesta terça feira (21), Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Cadeirantes se posicionaram nas vagas de estacionamento destinadas à portadores...

Corpo de um homem morto a tiros com as mãos amarradas é encontrado em Cubatão, SP

Na noite da última segunda-feira (20), um homem ainda não identificado, foi encontrado morto em uma região de mata na Ilha Caraguatá,...

Marqueteiro, que fez delação na Lava-Jato, defendeu honestidade de Lula e Dilma

O marqueteiro João Santana afirmou nesta segunda-feira, em sua primeira entrevista após fechar acordo de delação premiada na Lava-Jato, que o caixa dois sempre fez parte da “alma do sistema político brasileiro”. Ao participar do programa “Roda Viva”, Santana também defendeu a honestidade dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, apesar de os ter acusado nos depoimentos que prestou.

— O caixa dois é uma coisa que domina. O caixa dois foi sempre a alma do sistema eleitoral brasileiro. E era uma coisa geral. E poucos foram punidos — disse o ex-marqueteiro do PT.

Santana também afirmou durante a entrevista que o caixa dois atinge “99,9% dos marqueteiros e dos políticos do país”.

Condenado na Lava-Jato, ele ainda cumpre pena em regime aberto pelo crime de lavagem de dinheiro e usa tornozeleira eletrônica. O marqueteiro exibiu no programa um visual diferente dos tempos em que fazia campanha para candidatos do PT, com cabelo comprido, barba e brinco.

Ao ser questionado sobre se ele, nas propagandas políticas que ajudou a fazer com a imagem de que Lula e Dilma eram honestos, não teria incorrido numa falha moral, respondeu:

— Não via desonestidade no sentido do uso pessoal. Era um uso de fundo eleitoral. É uma discussão complicadíssima. Mas em nenhum momento eu falei de Lula e Dilma como pessoas que fossem desonestas.

O marqueteiro rebateu as acusações da ex-presidenciável Marina Silva de que foi vítima de fake news em 2014 por parte da campanha petista.

 — Era uma peça de exagero retórico — afirmou Santana, rebatendo comparações com as práticas adotadas na campanha de 2018 de ataques nas redes sociais contra adversários do presidente Jair Bolsonaro.

Em propaganda daquela campanha de 2014, a proposta de Marina de formalizar a autonomia do Banco Central era transformada em retirada de comida da mesa dos trabalhadores.

Santana ainda fez um “mea culpa” do comercial da campanha para a prefeitura de São Paulo em 2008 em que questionava se o então adversário de sua candidata Marta Suplicy, o então prefeito Gilberto Kassab, era casado e tinha filhos.

 — Esse comercial é o maior erro técnico da minha vida — afirmou.

O marqueteiro também acusou Lula, às vésperas da eleição de 2014, de ter desestabilizado o governo Dilma. Santana afirma que era íntimo dos dois ex-presidentes.

 — Uma das coisas que ajudaram na desestabilização da Dilma foi o Lula.

Lula vice

De acordo com Santana, Lula não era claro, mas insinuava que gostaria de disputar a eleição de 2014 e falava mal das medidas da então presidente.

O marqueteiro avalia  que Lula não poderia mais ser candidato a presidente da República.

 — O Lula é um personagem que não perde nem ganha. Se perder, afunda mais a ele e o PT. Se ganhar, aprofunda essa polarização e não conseguiria governar. Lula seria o melhor perfil para vice.

Santana acredita que uma chapa com Ciro Gomes como candidato e Lula como vice seria imbatível, embora considere inviável que isso se concretize.

No final da entrevista, ao ser indagado se havia mentido quando negou, antes de ser pego pela Lava-Jato, as acusações de que recebia por meio de caixa dois, Santana desconversou, mas no meio da resposta afirmou:

 — Todo mundo mente. A mentira é um privilégio, é quase um prazer humano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Após descumprir medida protetiva e agredir ex-companheira; homem é preso em Juquiá, SP

Na última segunda-feira (20), um homem de 37 anos foi preso após descumprir diversas vezes uma medida protetiva em favor da ex-companheira...

PF realiza operação contra fraude na montagem de hospitais de campanha

Nesta terça-feira (21), a Polícia Federal (PF) realiza uma operação para investigar fraudes na montagem de hospitais de campanha. Estão sendo cumpridos...

Cadeirantes ocupam vagas de estacionamento em São Vicente em ação no Dia de Luta da Pessoa com Deficiência

Nesta terça feira (21), Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Cadeirantes se posicionaram nas vagas de estacionamento destinadas à portadores...

Corpo de um homem morto a tiros com as mãos amarradas é encontrado em Cubatão, SP

Na noite da última segunda-feira (20), um homem ainda não identificado, foi encontrado morto em uma região de mata na Ilha Caraguatá,...

Homem baleado nas nádegas pelo garupa de uma motocicleta em Bertioga, SP

Na noite do último domingo (18), Um homem foi baleado nas nádegas pelo garupa de uma motocicleta, em Bertioga, no litoral de...