terça-feira, julho 5, 2022
30 C
São Vicente
30 C
Santos
27.8 C
Peruíbe
30 C
Praia Grande
27.9 C
Itanhaém
29.9 C
Guarujá
29.8 C
Mongaguá
30 C
Bertioga

Casa das Bananadas completa 100 anos em São Vicente

Leia mais

Toten é atropelado por Caminhão de Lixo no Rio Branco em S.Vicente

Nesta manhã de terça feira (5), um toten de segurança da prefeitura de São Vicente foi atingido por um caminhão de lixo.

Bandidos armados se passam por cliente e roubam loja de manutenção de celular em S.V

Dois criminosos são flagrados roubando uma loja de manutenção de celular em São Vicente, na Baixada Santista. O roubo...

Corpo é encontrado dentro de canal de Praia Grande

O corpo de um homem foi encontrado em um canal próximo ao Bairro Aviação, em Praia Grande, na Baixada Santista, na manhã...

Professora realiza sonho de criança autista de voar

Uma criança com transtorno do espectro autista, de apenas 10 anos, realizou o sonho de voar de helicóptero graças a atitude de...

Logo ali, na beira do mar, entre o vai e vem de veículos, ciclistas e pedestres, que cotidianamente atravessam a centenária Ponte Pênsil, fica uma casa também centenária, que guarda a rica história da doceria mais tradicional da região, na primeira cidade do Brasil. A Casa das Bananadas completará 100 anos no próximo sábado, 24 de abril. Em tempos em que só se fala no “gourmet”, com docerias, casas de bolos e brigaderias sofisticadas, a Casa das Bananadas ainda reserva as marcas do tempo e a simplicidade da família que a idealizou. Hoje, o negócio é administrado pela dona Osnilda Blume, de 77 anos, que, antes de tudo, preserva a receita dos deliciosos doces que continuam, até hoje, a conquistar o paladar de quem visita o local.

Dona Osnilda, nascida na mesma casa onde funciona o comércio, lembra com clareza do começo de tudo, quando seus avós iniciaram o negócio, que tinha como carro-chefe as bananadas e os doces de abóbora, típicos da fazenda. “Minha mãe nasceu em São Paulo, casou com meu pai e eles vieram morar aqui, com meus avós por parte de pai. Para ajudar no orçamento, minha mãe também começou a fazer outros docinhos”, conta a proprietária. A tradição foi passada de geração para geração e resistindo ao tempo, à modernização e ao crescimento da região. “Naquela época não tínhamos os recursos que temos hoje. Era tudo difícil, meio precário. Os equipamentos foram melhorando e facilitando um pouco mais o trabalho”, explica dona Osnilda, que desde pequena sempre participou ativamente do dia a dia do estabelecimento comercial e, mesmo casada, continuou a tocar o negócio.

A Casa das Bananadas é parada obrigatória não só para os turistas, mas para quem vive na região e quer degustar um doce com “gosto de casa da vó”, feito com muito carinho, de forma artesanal. A proprietária se orgulha das histórias que coleciona e diz que tem clientes que vinham ao local quando eram crianças, e hoje trazem os netos. “Minhas filhas queriam que eu parasse, por causa da minha idade e eu disse que não. Eu não vivo sem isso aqui. Amo este lugar, porque meus dias são mais alegres. Adoro conversar com os fregueses. Aqui, eu acordo olhando o mar, e vou dormir vendo o pôr do sol maravilhoso”, diz.

Apesar de a receita ser guardada a sete chaves, um segredo é revelado: a bananada da Casa das Bananadas é feita com banana prata. “Geralmente outras docerias fazem com banana nanica”, explica dona Osnilda, que ainda acrescentou que o amor é o ingrediente especial nessa mistura. Outros doces também são muito procurados no local, como o doce de batata roxa, raro de encontrar no mercado, além do quindim, do bom bocado, da banana com chocolate e de uma infinidade de tipos de cocadas. Tudo natural, sem conservantes. Prestes a ver o negócio da família completar 100 anos, dona Osnilda comemora e diz que o momento representa muita luta e muito amor pelo que faz. “Vou continuar até quando der e ainda estou com força para aguentar mais um pouquinho”, brinca.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Toten é atropelado por Caminhão de Lixo no Rio Branco em S.Vicente

Nesta manhã de terça feira (5), um toten de segurança da prefeitura de São Vicente foi atingido por um caminhão de lixo.

Bandidos armados se passam por cliente e roubam loja de manutenção de celular em S.V

Dois criminosos são flagrados roubando uma loja de manutenção de celular em São Vicente, na Baixada Santista. O roubo...

Corpo é encontrado dentro de canal de Praia Grande

O corpo de um homem foi encontrado em um canal próximo ao Bairro Aviação, em Praia Grande, na Baixada Santista, na manhã...

Professora realiza sonho de criança autista de voar

Uma criança com transtorno do espectro autista, de apenas 10 anos, realizou o sonho de voar de helicóptero graças a atitude de...

Mais um espaço exclusivo para pets inaugurado em Santos

O quarto espaço pet foi inaugurado em Santos, na Baixada Santista. Totalmente dedicado aos animais, localizado na Praça Nossa Senhora Aparecida.