sábado, novembro 5, 2022
17.4 C
São Vicente
17.3 C
Santos
15.8 C
Peruíbe
17.4 C
Praia Grande
16.9 C
Itanhaém
18.3 C
Guarujá
16.8 C
Mongaguá
17.9 C
Bertioga

IBGE aponta que uma a cada 5 alunas de 13 a 17 anos já sofreu violência sexual

Leia mais

Rebeca Andrade é campeã mundial de ginástica

Rebeca Andrade provou ser o maior nome da ginástica brasileira na atualidade, conquistando o título do individual geral do Mundial de Ginástica...

Polícia Civil e MP investigam desvios de verba da educação em Santos e São Vicente

A 1ª Delegacia de Investigações Gerais da (DEIC) de Santos, com o apoio de promotores de Justiça do Gaeco do Ministério Público...

Mãe de adolescente flagrado dirigindo carro em rodovia responderá por crime de trânsito

Um adolescente de 15 anos foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária dirigindo um carro pela rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), na...

Criminosos se identificam como parente de moradora e tentam invadir apartamento 

Um casal se passou como parente de uma idosa para invadir um prédio, em Santos, na Baixada Santista, e tentaram arrombar a porta...

Entre as alunas brasileiras de 13 a 17 anos, das redes pública e privada, 20% dizem que já sofreram violência sexual em algum momento da vida. No grupo dos meninos, o índice também é preocupante, embora menor: 9%.

A Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2019, divulgada nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Aponta por meio de amostragem populacional, o órgão distribuiu questionários a jovens do 7º ano do ensino fundamental ao 3º do ensino médio, com garantia de anonimato nas respostas.

O ato de maior gravidade (relação sexual forçada) foi sofrido também com maior frequência pelas estudantes do sexo feminino: 8,8%. Entre os meninos, o percentual foi de 3,7%.

Durante o período de confinamento pandêmico, as denúncias de abuso sexual contra crianças e adolescentes aumentaram. A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) também havia emitido um alerta sobre o maior risco de violência no ambiente doméstico ao longo da quarentena.

Analisando os dados por região, os alunos de 13 a 17 anos dos estados do Norte foram os que mais declararam ter sofrido violência sexual (17,1%). No questionário, os estudantes puderam mencionar um ou mais autores da violência sexual. Quase um terço (29,1%) apontou como agressor o namorado ou namorada. Em seguida, foram citados: amigos (24,8%), desconhecidos (20,7%) e outros familiares além de pai e mãe (16,4%).

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Rebeca Andrade é campeã mundial de ginástica

Rebeca Andrade provou ser o maior nome da ginástica brasileira na atualidade, conquistando o título do individual geral do Mundial de Ginástica...

Polícia Civil e MP investigam desvios de verba da educação em Santos e São Vicente

A 1ª Delegacia de Investigações Gerais da (DEIC) de Santos, com o apoio de promotores de Justiça do Gaeco do Ministério Público...

Mãe de adolescente flagrado dirigindo carro em rodovia responderá por crime de trânsito

Um adolescente de 15 anos foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária dirigindo um carro pela rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), na...

Criminosos se identificam como parente de moradora e tentam invadir apartamento 

Um casal se passou como parente de uma idosa para invadir um prédio, em Santos, na Baixada Santista, e tentaram arrombar a porta...

Menina morre afogada em caixa d’água improvisada de piscina em SV

Uma jovem de 15 anos morreu na tarde do último sábado (29)após se afogar em uma caixa d'água improvisada como piscina no...