sexta-feira, novembro 4, 2022
21.1 C
São Vicente
21.1 C
Santos
16.8 C
Peruíbe
21.1 C
Praia Grande
17.2 C
Itanhaém
21 C
Guarujá
20.9 C
Mongaguá
21.1 C
Bertioga

São Vicente implantará escola cívico-militar

Leia mais

Rebeca Andrade é campeã mundial de ginástica

Rebeca Andrade provou ser o maior nome da ginástica brasileira na atualidade, conquistando o título do individual geral do Mundial de Ginástica...

Polícia Civil e MP investigam desvios de verba da educação em Santos e São Vicente

A 1ª Delegacia de Investigações Gerais da (DEIC) de Santos, com o apoio de promotores de Justiça do Gaeco do Ministério Público...

Mãe de adolescente flagrado dirigindo carro em rodovia responderá por crime de trânsito

Um adolescente de 15 anos foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária dirigindo um carro pela rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), na...

Criminosos se identificam como parente de moradora e tentam invadir apartamento 

Um casal se passou como parente de uma idosa para invadir um prédio, em Santos, na Baixada Santista, e tentaram arrombar a porta...

Em consulta pública a escola municipal Jorge Bierrenbach Senra, no bairro Jardim Rio Branco, em São Vicente, na baixada santista. Foi aprovada ser a primeira da Baixada Santista a integrar o Programa Nacional da Escola Cívico-Militar (Pecim). Sem data prevista para a implantação do modelo.

Uma votação realizada na última segunda-feira (27), com a presença de pais, professores, alunos e funcionários da escola, seguindo a cartilha do Ministério da Educação, resultou em 130 votos favoráveis e 38 contrários à adesão.

A Secretaria de Educação (Seduc) do município estuda juridicamente como será a implantação e, por enquanto, não há previsão para iniciar o modelo Cívico-Militar. Serão mantidas as salas abertas para o Ensino Fundamental 1 e 2, não sendo necessária a transferência de alunos.

O programa contará com a parceria do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Defesa, que através de processo seletivo contratará, militares da reserva das Forças Armadas para trabalhar em funções administrativas e de gestão nas escolas. Os profissionais vão receber 30% da remuneração que recebiam antes de se aposentar.

Em outubro de 2019, na região, apenas São Vicente e Santos haviam confirmado interesse em fazer parte do programa. O modelo, será levado preferencialmente a escolas em regiões que apresentam vulnerabilidade social e baixos indicadores nos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que mede a qualidade das escolas públicas no país.

Fonte: G1 santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Rebeca Andrade é campeã mundial de ginástica

Rebeca Andrade provou ser o maior nome da ginástica brasileira na atualidade, conquistando o título do individual geral do Mundial de Ginástica...

Polícia Civil e MP investigam desvios de verba da educação em Santos e São Vicente

A 1ª Delegacia de Investigações Gerais da (DEIC) de Santos, com o apoio de promotores de Justiça do Gaeco do Ministério Público...

Mãe de adolescente flagrado dirigindo carro em rodovia responderá por crime de trânsito

Um adolescente de 15 anos foi flagrado pela Polícia Militar Rodoviária dirigindo um carro pela rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055), na...

Criminosos se identificam como parente de moradora e tentam invadir apartamento 

Um casal se passou como parente de uma idosa para invadir um prédio, em Santos, na Baixada Santista, e tentaram arrombar a porta...

Menina morre afogada em caixa d’água improvisada de piscina em SV

Uma jovem de 15 anos morreu na tarde do último sábado (29)após se afogar em uma caixa d'água improvisada como piscina no...