quarta-feira, junho 16, 2021
22.1 C
São Vicente
22 C
Santos
17.1 C
Peruíbe
21.9 C
Praia Grande
22 C
Itanhaém
22 C
Guarujá
21.9 C
Mongaguá
22.1 C
Bertioga

Prefeitos decidem por não recolocar a Baixada Santista na Zona Vermelha

Leia mais

SV antecipará vacina contra o covid-19, em pessoas de 45 a 49 anos sem comorbidades

A partir de sexta-feira (18), São Vicente antecipará a vacinação contra o covid-19, para pessoas de 45 a 49 anos, sem comorbidades....

Aberta as inscrições para o curso de capacitação de serralheria em São Vicente

 A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Reações do trabalho (Sedect), informa que estão abertas as inscrições para o curso de...

Segunda-feira: GCM dispersa cerca de 500 pessoas em aglomerações em São Vicente

Nesta segunda-feira (14), a Guarda Civil Municipal de São Vicente, recebeu duas denúncias de aglomerações em dois bares da cidade, um no...

Implantação de uma nova sede da Polícia Militar é discutida em São Vicente

Nesta terça-feira (15), o Prefeito Kayo Amado, de São Vicente, litoral de SP, recebeu autoridades de Polícia Militar e do legislativo, para...

Alegando que as decisões tomadas pelo Governo do Estado de São Paulo foram tomadas sem previsibilidade, ou seja, sem dar tempo de adequação às cidades da Baixada Santista, os nove prefeitos da Região optaram por ignorar a recomendação das equipes de João Doria (PSDB) e deverão seguir com os municípios funcionando como se estivessem na Zona Amarela.

A reunião do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) aconteceu um dia depois do Governo de São Paulo ter anunciado que nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e nos dias 1º, 2 e 3 de janeiro somente serviços essenciais, como farmácias e mercados, serão permitidos em todo o Estado. Bares, restaurantes e comércio, por exemplo, ficarão impedidos de receber clientes.

Surpreendidos com a decisão do governo tucano, os nove prefeitos fizeram uma nova, e possivelmente última reunião virtual deste ano para tentar entrar em um acordo sobre como proceder frente às decisões da esfera superior e eles decidiram por não acatar medidas sanitárias mais rigidas sob o argumento de que não haveria tempo para colocá-las em prática.

“Estamos mantendo a Baixada Santista na forma como ela se encontra hoje e contando com a responsabilidade dos comerciantes e das pessoas para manter tudo que já destacamos no que se trata dos cuidados da saúde. Foi uma decisão dos nove prefeitos devido à falta de previsibilidade porque entendemos que retroceder a Região para a Zona Vermelha é impraticável”, afirmou Paulo Alexandre Barbosa.

Esta decisão dos noves chefes do Executivo é divulgada pouco mais de duas horas depois do prefeito de Praia Grande ter feito duras críticas contra o Governo do Estado em suas redes sociais. Alberto Mourão destacou que não seria possível operacionalizar tais medidas restritivas a apenas dois dias do Natal. Ainda na mesma postagem, ele afirmou que todas estas mudanças deveriam ser debatidas, pelo menos, durante o mês de novembro para que os setores da economia tivessemm como se preparar.

“Precisamos de preparo, planejamento e organização. Seria impossível praticar no período e no tempo em que as medidas foram anunciadas. A capacidade de fiscalização seria dos municípios e também ficariam comprometidas em um período de tempo muito curto. E por isso decidimos manter a Baixada Santsita na Área Amarela e todos os comércios devem respeitar os protocolos desta fase, os cuidados devem ser permanentes porque a pandemia não acabou”, afirma Paulo Alexandre.

Reportagem: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

SV antecipará vacina contra o covid-19, em pessoas de 45 a 49 anos sem comorbidades

A partir de sexta-feira (18), São Vicente antecipará a vacinação contra o covid-19, para pessoas de 45 a 49 anos, sem comorbidades....

Aberta as inscrições para o curso de capacitação de serralheria em São Vicente

 A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Reações do trabalho (Sedect), informa que estão abertas as inscrições para o curso de...

Segunda-feira: GCM dispersa cerca de 500 pessoas em aglomerações em São Vicente

Nesta segunda-feira (14), a Guarda Civil Municipal de São Vicente, recebeu duas denúncias de aglomerações em dois bares da cidade, um no...

Implantação de uma nova sede da Polícia Militar é discutida em São Vicente

Nesta terça-feira (15), o Prefeito Kayo Amado, de São Vicente, litoral de SP, recebeu autoridades de Polícia Militar e do legislativo, para...

São Vicente: Polícia Ambiental flagra rinha de galo e aplica R$ 5 milhões em multas

Neste domingo (13), uma rinha de galo foi flagrada, por uma equipe da Polícia Militar Ambiental, resgatando várias aves do local, no...