terça-feira, janeiro 18, 2022
27.3 C
São Vicente
27.3 C
Santos
24 C
Peruíbe
27.3 C
Praia Grande
27.2 C
Itanhaém
27.2 C
Guarujá
27.2 C
Mongaguá
27.2 C
Bertioga

Estado de São Paulo: Mais de 1 mil aguardam leito de UTI

Leia mais

Bolsonaro prometeu vetar jogos de azar caso o Congresso aprove

Nesta segunda-feira (17), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) afirmou, que vetará o projeto de lei que autorizaria a legalização dos...

Policlínicas deixam de realizar testes de Covid-19

A partir desta segunda-feira (17), as policlínicas de Santos, na Baixada Santista, deixaram de realizar temporariamente o teste de Covid-19. Na cidade,...

Baixada Santista pode registrar sensação térmica acima de 40°C

Segundo o Instituto Climatempo, a previsão do tempo para a Baixada Santista, indica temperaturas acima dos 30°C ao longo desta semana. O...

Suspeito morre e outro é baleado após troca de tiros com policiais militares

Um homem de 33 anos morreu após ser baleado durante uma troca de tiros com policiais militares e um segundo homem, de...

O governo do estado de São Paulo divulgou na tarde desta quinta-feira (11) que 1.065 pessoas aguardam um leito de UTI no Estado. O número foi divulgado durante uma coletiva de imprensa do governador João Doria (PSDB). O tucano mostrou um vídeo com vários casos de UTIs voltadas à Covid-19 lotadas. Na sequência, Doria afirmou que os hospitais paulistas estão quase chegando ao limite máximo de ocupação.

Na quarta-feira (10), subiu para três o número de pessoas com Covid-19 que morreram à espera de UTI no ABC Paulista. Dois óbitos já haviam sido registrado em Ribeirão Pires e o mais recente ocorreu na quarta em Diadema. A vítima era uma idosa de 75 anos.

Na região oeste da Grande São Paulo, que inclui os municípios de Barueri, Cajamar, Cotia e Osasco, a pandemia caminha para uma situação caótica. Ao todo, 38 pessoas aguardam leitos de UTI. Em Barueri, por exemplo, a Administração divulgou que 23 pacientes estão na fila por um leito.

Na região, a cidade com maior estrutura hospitalar é Osasco, onde o avanço no número de pacientes internados chamou a atenção das autoridades sanitárias. No dia primeiro de março, 60% dos leitos de UTI estavam ocupados. Em apenas uma semana, o índice disparou para cerca de 82%.

ADVERTISING

Na última terça-feira (9), a Gazeta também divulgou que 11 pacientes morreram esperando por um leito de UTI em Taboão da Serra, na região sudoeste da Grande São Paulo. De acordo com a prefeitura, da última sexta-feira (5) até a noite de segunda-feira 11 pessoas, com idade entre 95 e 46 anos, foram a óbito. Na ocasião, outros 16 pacientes aguardavam transferência para um leito.

O governo de São Paulo anunciou na quarta-feira que vai criar 338 novos leitos para pacientes com Covid, mas admite que está cada dia mais difícil atender os doentes, principalmente os que chegam em estado grave.

Fonte: Gazeta de S. Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Bolsonaro prometeu vetar jogos de azar caso o Congresso aprove

Nesta segunda-feira (17), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) afirmou, que vetará o projeto de lei que autorizaria a legalização dos...

Policlínicas deixam de realizar testes de Covid-19

A partir desta segunda-feira (17), as policlínicas de Santos, na Baixada Santista, deixaram de realizar temporariamente o teste de Covid-19. Na cidade,...

Baixada Santista pode registrar sensação térmica acima de 40°C

Segundo o Instituto Climatempo, a previsão do tempo para a Baixada Santista, indica temperaturas acima dos 30°C ao longo desta semana. O...

Suspeito morre e outro é baleado após troca de tiros com policiais militares

Um homem de 33 anos morreu após ser baleado durante uma troca de tiros com policiais militares e um segundo homem, de...

Bebê é abandonada dentro de bolsa térmica

Na manhã desta segunda-feira (17), uma recém-nascida, ainda com cordão umbilical, foi encontrada dentro de uma bolsa térmica em uma rua de...