quarta-feira, janeiro 26, 2022
35.1 C
São Vicente
35.1 C
Santos
27.9 C
Peruíbe
35.1 C
Praia Grande
35.1 C
Itanhaém
35 C
Guarujá
34.9 C
Mongaguá
28.9 C
Bertioga

Hospital Beneficência Portuguesa está no limite, com apenas dois respiradores vagos

Leia mais

Projeto para atender órfãos do feminicídio

As altas taxas de feminicídio no país trazem consigo um problema social menos óbvio do que a morte de mulheres: o abandono...

Posto de coleta de leite humano para recém-nascidos em Praia Grande

Um posto de coleta de leite humano, foi implantado nesta terça-feira (25) em Praia Grande, na Baixada Santista, para ajudar a salvar...

Garotinho de 2 anos compra mais de R$ 10 mil em móveis com celular da mãe

Com o celular da mãe, um garotinho de dois anos apertou um botão sem querer. O botão confirmava a compra de quase...

Cursos gratuitos de qualificação em Santos

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira (SinHoRes) abre inscrições para cursos gratuitos de...

Em matéria jornalística reproduzida em seu portal oficial, o Hospital Beneficência Portuguesa afirma que está no limite no que se diz respeito a respiradores vagos. De acordo com a instituição, apenas dois equipamentos, que são reservados para segurança, se encontram sem uso.

A informação foi repassada pelo vereador Ademir Pestana, que é também presidente da instituição. Segundo ele,o local está em estado de emergência após ter sido realizada uma série de doações de leitos em conjunto com o aumento desenfreado de novos casos de Covid-19 e internações.

Atualmente, existem 19 leitos de UTI dentro do Hospital Beneficência Portuguesa dedicados a pacientes que necessitam de respiradores para continuar na suas recuperações. Destes, 17 se encontram ocupados.

“Não temos mais respiradores. Temos outros doentes no hospital que, a qualquer momento, podem precisar desses que estão para emergência. Para Covid-19 já não tem mais, estamos no limite. Não chegamos a recusar (pacientes), mas estamos no limite. A alta para a doença é muito lenta, leva muito tempo, por isso, ficamos com problema com os respiradores”, afirma Pestana.

ADVERTISING

A expectativa do presidente é que novos respiradores cheguem à unidade de saúde ainda durante esta semana. Simultaneamente a essa espera, a Beneficência Portuguesa também negocia a compra de outros equipamentos do mesmo segmento.

De acordo com os dados divulgados no fim da tarde desta terça-feira (16), Santos possui uma taxa de ocupação geral de leitos de 69%.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Projeto para atender órfãos do feminicídio

As altas taxas de feminicídio no país trazem consigo um problema social menos óbvio do que a morte de mulheres: o abandono...

Posto de coleta de leite humano para recém-nascidos em Praia Grande

Um posto de coleta de leite humano, foi implantado nesta terça-feira (25) em Praia Grande, na Baixada Santista, para ajudar a salvar...

Garotinho de 2 anos compra mais de R$ 10 mil em móveis com celular da mãe

Com o celular da mãe, um garotinho de dois anos apertou um botão sem querer. O botão confirmava a compra de quase...

Cursos gratuitos de qualificação em Santos

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira (SinHoRes) abre inscrições para cursos gratuitos de...

Criança se acidenta em parque de São Vicente e leva 12 pontos

Uma criança de sete anos, filho de uma moradora da Área Continental de São Vicente, na Baixada Santista, levou mais de dez...