terça-feira, janeiro 18, 2022
27.3 C
São Vicente
27.3 C
Santos
24 C
Peruíbe
27.3 C
Praia Grande
27.2 C
Itanhaém
27.2 C
Guarujá
27.2 C
Mongaguá
27.2 C
Bertioga

Abre 2 mil vagas de qualificação profissional com bolsas de R$ 300,00 em Santos

Leia mais

Bolsonaro prometeu vetar jogos de azar caso o Congresso aprove

Nesta segunda-feira (17), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) afirmou, que vetará o projeto de lei que autorizaria a legalização dos...

Policlínicas deixam de realizar testes de Covid-19

A partir desta segunda-feira (17), as policlínicas de Santos, na Baixada Santista, deixaram de realizar temporariamente o teste de Covid-19. Na cidade,...

Baixada Santista pode registrar sensação térmica acima de 40°C

Segundo o Instituto Climatempo, a previsão do tempo para a Baixada Santista, indica temperaturas acima dos 30°C ao longo desta semana. O...

Suspeito morre e outro é baleado após troca de tiros com policiais militares

Um homem de 33 anos morreu após ser baleado durante uma troca de tiros com policiais militares e um segundo homem, de...

Duas mil vagas em cursos de qualificação profissional, nas áreas de Técnicas de Vendas e Organização de Eventos, com bolsa auxílio de R$ 300,00 por três meses, serão abertas pela Prefeitura nesta quarta-feira (10). As inscrições seguem até o próximo dia 22, e devem ser feitas aqui.

A novidade, inserida no programa Capacita Santos, de caráter social e educativo, foi apresentada pelo prefeito Rogério Santos, na noite desta terça-feira (9), como parte de um pacote do governo municipal para minimizar os impactos sociais causados pela pandemia de covid-19.

Para participar é necessário ter mais de 16 anos, morar em Santos e estar à procura de emprego. As aulas começam no dia 5 de abril com carga horária de 30 horas/aula. Para ter direito à bolsa auxílio, é preciso ter 70% de comparecimento ou acesso on-line e aproveitamento mínimo de 60% no curso. No caso de número de inscritos superior à quantidade de vagas, será dada prioridade a desempregados, mais jovens, de menor escolaridade, mulheres arrimo de família e pessoas com maiores encargos familiares.

“Trata-se de um programa de transferência de renda voltado para as pessoas que estão sendo mais afetadas nesta pandemia. Nesta fase, daremos prioridade aos profissionais de eventos, bares, restaurantes, ambulantes e do transporte escolar, que estão desempregados”, disse o prefeito. Ele ainda complementou. “O Município está fazendo a sua parte com essa bolsa-auxílio, que precisa ser um complemento para os programas dos Governos Estadual e Federal que devem ser implantados”, ressaltou. O investimento municipal será de R$ 1,8 milhão.

ADVERTISING

AMPLIAÇÃO.
Já a fase 2 prevê ampliação do programa para seis meses de duração, com duas mil vagas e bolsa auxílio de até R$ 500,00, sendo metade para aulas presenciais e a outra, on-line. Nesse caso, o investimento público será de R$ 2,4 milhões. Essa segunda etapa ainda necessita da aprovação da Câmara Municipal.

O Projeto de Qualificação profissional Capacita Santos será implementado pela Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo, em parceria com a Secretaria de Governo (Segov).

OS CURSOS.
O curso de Técnicas de Vendas tem por objetivo ampliar os conhecimentos relacionados a vendas no varejo, com visão de atendimento ao cliente, reformulação de modelos de negócio e comércio eletrônico. Já o de Organização de Eventos prepara para uma visão mais ampla da organização de diversos tipos de evento, com planejamento e visão estratégica do negócio. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected]

MAIS INVESTIMENTOS.
No total, entre investimentos diretos na área social e aumento de prazo para quitação de encargos, sem juros ou correção monetária, o valor do plano municipal de auxílio econômico que vai atender aos comércios e as pessoas em vulnerabilidade social chega R$ 51,9 milhões.

Serão distribuídas 64,3 mil cestas básicas para 21,8 mil alunos da rede municipal, durante três meses, e outras 24 mil para 2,4 mil pessoas em vulnerabilidade social durante 10 meses.

E, para dar um fôlego financeiro aos comerciantes, a Prefeitura vai propor à Câmara a extensão do prazo para a quitação de tributos municipais como, por exemplo, Imposto Sobre Serviços (ISS) fixo e Taxa de Licença até 31 de novembro de 2021, flexibilizando o prazo de uma receita na ordem de R$ 40 milhões. Mesmo com o prazo estendido, os comerciantes não terão que pagar juros, tampouco correção monetária.

Esse conjunto de medidas deve ser encaminhado para avaliação, discussão e votação da Câmara Municipal.

Fonte: Diário do Litoral

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Bolsonaro prometeu vetar jogos de azar caso o Congresso aprove

Nesta segunda-feira (17), o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) afirmou, que vetará o projeto de lei que autorizaria a legalização dos...

Policlínicas deixam de realizar testes de Covid-19

A partir desta segunda-feira (17), as policlínicas de Santos, na Baixada Santista, deixaram de realizar temporariamente o teste de Covid-19. Na cidade,...

Baixada Santista pode registrar sensação térmica acima de 40°C

Segundo o Instituto Climatempo, a previsão do tempo para a Baixada Santista, indica temperaturas acima dos 30°C ao longo desta semana. O...

Suspeito morre e outro é baleado após troca de tiros com policiais militares

Um homem de 33 anos morreu após ser baleado durante uma troca de tiros com policiais militares e um segundo homem, de...

Bebê é abandonada dentro de bolsa térmica

Na manhã desta segunda-feira (17), uma recém-nascida, ainda com cordão umbilical, foi encontrada dentro de uma bolsa térmica em uma rua de...